O QUE DA NOTICIA (AOR OLIVEIRA)


ARIQUEMES – A INDIGNAÇÃO POLITICA

personO QUE DA NOTICIA (AOR OLIVEIRA) date_range03 Jun 2020 - 09h09 location_onARIQUEMES

As portarias que são nomeadas pelo Prefeito Thiago Flores, nem todas são satisfatórias ao seguimento politico de Ariquemes, principalmente aqueles que fazem parte do Poder Mirim, tendo em vista a decepção com nomeação de elemento tal qual Alexandre da Madureira que verte a gorda quantia que ganha em processar ataques virtuais aos Vereadores nas redes sociais.



Atitude como essa desse pregresso assessor causa indignação aos Edis, que se sentem molestados por palavras agressivas, maculando suas imagens.



Alexandre quer ser vereador há pelo menos uns dois pleitos, agora debaixo da asa do prefeito, se vê na petulância de caminhar por linhas tortas, sem ao menos saber escrever sinuosamente.



COMPLEMENTO DA SAUDADE



Esse escriba por lapso da memória por conta da idade, esqueceu de mencionar os Edis – Ari Alves que inclusive chegou a ser Prefeito de Ariquemes; Claudio José simplesmente vereador; João Dias do antigo PMDB trabalho voltado as igrejas. Está aí o reconhecimento desculpe pelo esquecimento.



UM NOVO CANDIDATO



Rolou na imprensa de Ariquemes, que o Delegado de Policia Civil, Dr. Rodrigo Camargo é o novo nome para disputar a Prefeitura de Ariquemes.



Seria Rodrigo a quarta via do processo?



Terá o Dr. Rodrigo Camargo o acalanto do Povo para se eleger?



O Dr. Rodrigo apresentará uma proposta inovadora para alavancar o desenvolvimento da cidade que se encontra estagnado por quatro anos?



Em fim o Dr. Rodrigo Camargo reunirá condições políticas, para enfrentamento de uma eleição, postergada por miraculosos subterfúgios que fazem da política uma ciência indefinida.



QUERO SER PREFEITO



Não tenho grana mais quero ser Prefeito, de onde sairá os recursos para a campanha de candidatos que estão sumariamente na falência, não possuindo nenhum quinhão para a sua sobrevivência.



BELEZA E FORMOSURA NÃO DÃO PÃO NEM FARTURA



O provérbio «beleza não põe mesa», ou «beleza não se põe à mesa» (José Pedro Machado, O Grande Livro dos Provérbios, 3.ª ed., Lisboa, Ed. Notícias, 2005, p. 112), corresponde a uma forma mais simplificada de um outro provérbio, cujo sentido/significado é mais evidente:



«Beleza e formosura não dão pão nem fartura»'



Matilde estava pensando nos heróis (Todos os funcionários públicos) da linha de frente de combate do COVID-19, que iriam ser reconhecidos e valorizados, como o mandatário Narciso falou em uma de suas prolixas “lives”. Mas desde a semana passada viu-se manifestações em redes sociais, como fez uma “renovada médica” de nossa Republica Uru-Eu-Wau-Wau que era absurdo este povo funcionário público pedir aumento em uma época desta.



  Antes de seguir o bonde como verão a seguir: Matilde quer lembrar que nestes últimos 20 anos o “Homem de vermelho” recebeu e entregou a prefeitura para sua filha com o pagamento dos “Heróis” em dia, podem dizer que foi pela lei de responsabilidade fiscal, mas isto aconteceu, o “Vendedor de Ilusão” fez os PCCS para os “Heróis” e ainda concedeu aumentos no seu período, “Conan”  deu aumento em todos os anos de seu mandato e pagou várias pecúnias e ressalto que no seu último ano deu 10,69% de aumento para os “Heróis”, já “Narciso” deu 2% de aumento nos seus quatros anos, inchou a folha com comissionados como relatamos em uma coluna da semana passada e ai Arnaldo beleza paga conta ? Coloca comida na mesa?



  Mas como diz o dito popular segue o bonde até que agora vem a aprovação do aumento do desconto em folha da contribuição social para o IPEMA ( de 11% para 14%), governo federal, governo estadual fizeram de maneira escalonada, mas a Republica Uru-Eu-Wau-Wau, não do mais pobre ao mais abastado terão o mesmo desconto, isto é que Narciso pensa de equidade ou é porque seus “best friend” estão na escala mais abastada e não podem sofrer o maior corte sozinhos? Isto pode Arnaldo?



  E agora Arnaldo cadê o Sindicato, cadê o Vereador Carriola, cadê a os outros vereadores, cadê os próprios funcionários públicos de mídia sociais que exigem valorização, ou teremos que chamar o Vice prefeito que resolve tudo agora junto com seu papai, AHHHH não é melhor a MARVEL  OU A DC COMICS mandar seus representante?



FOI SÓ UM VENTO QUE PASSOU...



Como diz a música de Lulu "nada do que foi será,  de novo"... Muitos passaram e outros passaram, e nada acrescentaram, muitos bateram no peito e se auto entitularam os salvadores da situação ariquemense, o povo esperou, acreditou, depositou suas poucas esperanças... Mas... Mas... "NADA".

Em um passado não distante ficou aqueles que se aventuraram, se achavam autosuficientes, no fim se recolheram a sua redoma insignificância, tal qual hamster (Rato branco) de estimação. De nada adiantou ser conhecido, ser supostamente  popular,  muitos seguidores na internet, cheio de ideias inovadoras, replicadas... Para você que fez sua tentativa cômica pra não dizer trágica, você que suas contas foram reprovadas no TRE, o fisco está atrás de você com mandado de busca e apreensão... É processo, é agiota, é todo mundo querendo saber... Onde está você???

In memorian o médico, o empresário, o dentista, o delegado, o locutor de rádio, o farmacêutico, e a todos aqueles que dizimaram, extinguiram suas carreiras politicas antes mesmo de começar. Os nossos sinceros agradecimentos, a sua incompetência, a sua ignorância, em especial seu ego inflado...  Nos traz alívio em pensar que és um a menos pra gastar os recursos públicos e não fazerem nada.

 DOENÇA ANTIGA



Há um vírus pior que a covid 19 circulando há tempos, desde a época em que Cabral ousou por os pés em terra Brasilis, este é ainda mais letal, se plorifera em locais fechados e abertos, altamente contagioso, contamina todas as esferas da sociedade, tem alto poder de destruição. Os principais sintomas desse vírus são,  ruas e prédios públicos depredados, hospitais e UBS sem insumos, escolas sucateadas, ruas e avenidas sem saneamento básico, entre outros. Este virus pode ser detectado por investigação, quebra de sigilo telefônico, sigilo fiscal, enriquecimento ilicito, obras superfaturadas, entre outras...

A cura para esse mal, infelizmente não foi descoberta, "o mal da corrupção".

Essa mata milhares todos os anos.



 



 



 



 



 



 



 



 


Sobre o autor

O QUE DA NOTICIA (AOR OLIVEIRA)