O QUE DA NOTICIA (AOR OLIVEIRA)


ARIQUEMES – A QUESTÃO AGORA É O VICE

personO QUE DA NOTICIA (AOR OLIVEIRA) date_range17 Set 2020 - 06h01 location_onARIQUEMES

A política de Ariquemes virou brincadeira infantil tipo o jogo “Escravos de Jó” – onde as crianças fazem uma roda para jogares e ao som da música vão jogando:



“Escravos de Jó, jogavam caxangá.



Tira, põe, deixa ficar!



Guerreiros com guerreiros, fazem zigue zigue zá,



Guerreiros com guerreiros, fazem zigue zigue zá.”



Enquanto o DEM e o Solidariedade vão fazendo o seu jogo de caxangá o MDB de Gilvan Ramos já solidificou o seu Vice empresário Fernando Vilas Boas.



O DEM ainda em dúvida se vai com Paco ou se vai esperar o jogo acabar para se pronunciar.



O pássaro preto – joga com três nomes:



Marley Mezzomo – evangélica militante da Igreja Adventista do 7º Dia, portanto teria aí as bênçãos do Deputado Alex Redano por pertencer ao mesmo seguimento religioso.



Carlinhos tem o apoio do sanguessuga mais sem representatividade atualmente no contexto político, por conta de seu envolvimento em atos de corrupção, assim sendo não tem valor o seu apoio a qualquer candidato.



Carla Redano  é a atual Presidente do Legislativo esposa do Deputado Alex Redano tem um campo livre para ser a indicada a vice.



A opinião de Matilde:



Nesse jogo de tira bota deixa ficar, o pássaro preto que gosta de cantar ao ar livre sem nenhuma orquestra sinfônica para acompanha-lo, deveria decidir por um vice alinhado com a Igreja Católica para criar assim uma outra postura e poder ter consigo um seguimento que hoje é campo do candidato do DEM.



Campanha se ganha com inteligência não com paixão pessoal.



O tabuleiro de xadrez deve ser exposto os jogadores são os assumem o papel de um candidato a prefeito, que precisa garantir sua permanência no poder dentro de quatro anos.



Para atingir esse objetivo, você deverá conter nas suas anotações a parceria direta com os candidatos a vereadores e terá que abusar das prerrogativas de sua posição a fim de reunir dinheiro e influência, recursos com os quais deve assegurar o capital político necessário para sua eleição.


Sobre o autor

O QUE DA NOTICIA (AOR OLIVEIRA)