RD POLITICA ( WC e redação)


Campanha política não empolga eleitorado, Acir aguarda por decisão do TSE nesta terça-feira, falta orientação das coordenações sobre como votar

personRD POLITICA ( WC e redação) date_range02 Out 2018 - 10h50

Campanha – Organização e trabalho são dois pontos da maior importância numa campanha política, aliás, em tudo na vida. Mas numa campanha política, quando o que ocorre de errado na campanha só poderá ser corrigido nas próximas eleições, os dois itens citados, além de muito trabalho e dedicação são fundamentais para o sucesso. Mesmo com a facilidade das redes sociais, que proporcionam interatividade instantânea, há muita informação falsa, por isso é necessário organizar desde o comitê central, às inúmeras lideranças nos bairros e nas áreas centrais na capital e nas cidades do interior.



Sustentação – É comum observar que candidatos a cargos majoritários visitem cidades do interior, e também bairros da capital promovendo carreatas, passeatas, até mini-comícios em alguns lugares, mas não se constata o trabalho de sustentação, o de manter o eleitor ligado ao candidato e ao seu grupo, que está mantendo contato direto com a população. O trabalho de sustentação ao candidato (ou candidatos) não existe. A maior parcela do povo está indecisa, ainda, e o eleitorado, que ficou motivado com o discurso ou com a visita do candidato acaba esquecendo-o e na hora e escolhe aquele com quem manteve contato por último.



Governo – A campanha ao governo em Rondônia, desde o início vem polarizada por três candidatos à sucessão do governador Daniel Pereira (PSB). Acir Gurgacz – “Juntos por um novo tempo para Rondônia” (­PDT, PSB, PP, PR, PTB, SD, PSDC e PTC); Maurão de Carvalho – “Rondônia, Unidos Somos Fortes” (MDB/Podemos/PMN/PSC/PCdoB/PHS/Pros/PV) e Expedito Júnior – “Esperança por um Tempo Novo” (PSDB/DEM/PSD/PRB/Patriotas). A expectativa é de eleições a governador em dois turnos, com Maurão e Acir na disputa da segunda vaga e Expedito, segundo as pesquisas (Ibope e Real Time Big Data) liderando com folga. Falta vibração na campanha, maior participação do eleitorado.



2º turno – Considerando que Expedito dificilmente perderá a primeira colocação e já estaria no segundo turno, a segunda vaga fica entre Maurão e Acir. Sem conseguir registrar a candidatura no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), porque tem condenação pela Justiça, Acir recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), através de embargos. Não conseguiu e agora busca legalizar o registro, através de liminar. A decisão deve sair até amanhã (2).  Maurão tem uma campanha com ampla visibilidade, de muita movimentação de cabos eleitorais. É possível notar a diferença da campanha dele em relação aos demais. Acir trabalha mais nos bastidores e Expedito “só pro gasto”, como diz o caboclo, porque não é necessário forçar agora, a não ser que tenha dados que dê a ele condições de vencer no primeiro turno. É difícil. Mas...



Voto – Na campanha a governador de Rondônia somente o candidato Expedito Júnior (PSDB) está utilizando o tempo de televisão (propaganda) para orientar o eleitorado a votar. O processo de votação é complicado, mesmo para os mais experientes, porque o cidadão terá que operar a urna eletrônica seis vezes: deputado federal (quatro dígitos), deputado estadual (cinco dígitos), duas vezes seguidas a senador (três dígitos cada uma das votações), governador (dois dígitos) e presidente da República (dois dígitos). Quem tem problemas de memorização recomenda-se levar uma “cola”.



Respigo



Devido ao feriado municipal de amanhã (104 anos de Porto Velho) a capital está vazia e as ruas e avenidas com pouco movimento. É que as repartições públicas (municipal e estadual) decretaram ponto facultativo e boa parte do povo viajou para outros estados ou rumaram para o interior +++ Caso o feriado fosse à próxima semana a abstenção nas eleições que ocorrerão no próximo domingo (7) que tem previsão de ser grande em todo o Brasil seria maior em Porto Velho. Parcela significativa da população viajaria na sexta-feira e o comparecimento às urnas ficaria prejudicado na capital +++ O mundo da música perdeu esta semana uma das suas mais bonitas vozes com a morte da cantora Ângela Maria, a Sapoti. Os mais jovens, ou menos velhos certamente não a conheceu, mas a Sapoti deixa saudades +++ A chuva que caiu em Porto Velho hoje (1º) á tarde amenizou o forte calor. Por volta das 15h os termômetros registravam em torno de 35 graus.



Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica


Sobre o autor

RD POLITICA ( WC e redação)