VISÃO PERIFÉRICA


Confúcio Moura tenta minar adversários com ‘chuva’ de representações à Justiça Eleitoral de Rondônia

personVISÃO PERIFÉRICA date_range04 Set 2018 - 14h23

Confúcio Moura tenta minar adversários com â??chuvaâ?? de representações à Justiça Eleitoral de Rondônia



Em termos de estratégia, Confúcio já 'engoliu' adversários dentro e fora do MDB 



Porto Velho, RO – O ex-governador Confúcio Moura, do MDB, candidato ao Senado Federal, tenta a todo custo minar seus oponentes na política movendo uma verdadeira ‘chuva’ torrencial de representações à Justiça Eleitoral.



 



São pelo menos treze ações eleitorais patrocinadas pelo emedebista com a intenção de cercar tanto Expedito Júnior, do  PSDB, que concorre ao Palácio Rio Madeira, quanto Marcos Rogério, do DEM, seu adversário direto na disputa pela Câmara Alta no Congresso Nacional.



Moura questiona no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RO) todos os mínimos parâmetros legais voltados à propaganda, especialmente os relacionados ao horário eleitoral gratuito.



Embora seja um direito de Confúcio na condição de postulante, partícipe do processo democrático, assim como para os demais corredores, a logística engendrada traduz receio não demonstrado às claras pelo ex-chefe do Executivo estadual.



No entanto, é preciso reconhecer sua veia estrategista regularmente vencedora; na esmagadora maioria das vezes, Confúcio, silenciosamente e alheio a alardes, se sobrepõe a adversários internos e externos, exemplo do que fez com o colega Valdir Raupp.



Raupp, como todos sabem, levou uma ‘caneta’ do correligionário durante a convenção – numa bela jogada tabelada com Emerson Castro, diga-se de passagem – e está até agora procurando a bola que, por sua vez, estufou os córdeis da cidadelade Tomás Correia, narraria o grandessíssimo Haroldo de Souza se estivéssemos mesmo falando de futebol.



A questão é mais simples do que parece: Confúcio Moura não dá ponto sem nó. Se no xadrez da política o ex-governador encontrou guarida nas hostes judiciais para frear os concorrentes, algo de muito bem pensado fora arquitetado por ele e sua trupe. Quando falamos sobre o candidado ao Senado, nada é por acaso. Não existem surpresas.



É bom o grupo liderado por Expedito Júnior ficar de olho para que a Rainha de Confúcio não derrube o Rei do tucano e encerre a partida antes da hora, aplicando xeque-mate às escuras.





 



 



Sobre o autor

VISÃO PERIFÉRICA

POR: VINICIUS CANOVA