POLITICA & POLÍTICOS (CARLOS SPERANÇA)


Demandas brasileiras + Péssima situação do Cemetron + Em frangalhos o setor hoteleiro + Jipa em festa

personPOLITICA & POLÍTICOS (CARLOS SPERANÇA) date_range20 Nov 2019 - 07h07

Demandas brasileiras



A atenção para incêndios desviada ao Pantanal e a incapacidade do governo brasileiro para punir os responsáveis pelo pior desastre ecológico marinho de todos os tempos não foram suficientes para diminuir a preocupação mundial com a Amazônia. Ao contrário, o insucesso até aqui na identificação dos causadores do desastre da dispersão de óleo recoloca a questão: ainda vale a tese da “soberania nacional” diante de desastres e impactos dramáticos para a humanidade, como a relação entre a Amazônia e o aquecimento global?



A soberania nacional é um valor universal consagrado e ponto de honra para um povo. É até arriscado colocá-la todo o tempo na berlinda, pois não está em questão. Há, porém, ocorrências excepcionais que não se limitam às fronteiras políticas dos países. Os rigorosos invernos causados no mundo pelos resíduos da erupção do vulcão do Monte Tambora, Indonésia, em 1815, provaram isso há dois séculos e com sobras.



Questão inevitável, há uma dupla resposta para ela. Primeiro, frente aos desastres e ao crime organizado, por meio de uma atuação resolutiva do Estado brasileiro, que não pode ficar mínimo antes de ser eficiente. Depois, com uma diplomacia autônoma e pragmática, menos submissa automaticamente aos interesses dos EUA e capaz de trazer o apoio concreto e planetário às demandas brasileiras, na forma de investimentos.



..............................................



Péssima situação



O Hospital de Doenças Tropicais de Rondônia, mais conhecido como Cemetron esta em frangalhos e precisa ser recuperado, já que as instalações hidráulicas e elétricas estão comprometidas, as paredes e teto com infiltrações e o inverno amazônico (chuvas) que se aproxima tende a piorar a condição daquele estabelecimento que está há 30 anos sem reformas. Urge que as autoridades da saúde façam alguma coisa.



Pacote anticrime



Se o pacote anticrime do ministro da Justiça Sérgio Moro, que esteve em Rio Branco nas segunda-feira, for eficiente e colocar toda a bandidagem na cadeia, como ele acredita, não haverá presidios suficientes para atender a demanda. Serão necessários ginásios de esportes inteiros, estádios com elevada capacidade, centros de convenções, etc, etc para o aprisionamento. Sendo que apenas um grande presidio esta em andamento no País: Charqueadas, no Rio Grande do Sul.



Obras paradas



O presidente do Tribunal de Contas do Estado-TCE Edilson Silva tem se destacado em importantes ações em prol das causas de Rondônia nos últimos anos.  Recentemente repassou recursos economizados pelo organismo ao governo do estado para a construção de um hospital em Porto Velho. Agora ele irá ao Supremo, para com Dias Tofolli, destravar obras paralisadas em Rondônia.  O mineirinho vai comendo pelas beiradas...



Em frangalhos



Com o setor hoteleiro em Porto Velho ainda em frangalhos e isto vem desde a conclusão das usinas de Santo Antônio e Jirau, os empresários esperam recuperação do setor no ano que vem. Os hoteis mais modernos e eficientes da capital já tiveram melhoras em 2019. Já, em Manaus, o hotel de selva Ariau e o majestoso Tropical foram fechados carregados de dívidas. Mas existem esperanças no ressurgimento do Tropical que será leiloado por R$ 182 milhões. Alguém se habilita?



Jipa em festa



O município de Ji-Paraná festeja no próximo dia 22 mais um aniversário de emancipação política e administrativa. São 42 anos deste a autonomia conquistada em 1977, quando ainda era distrito de Porto Velho e recebia um dos maiores contingentes de migrantes do País, majoritariamente de paranaenses, mineiros, capixabas, gauchos e baianos. A chamada capital da BR é a segunda maior cidade de Rondônia e esta entre as 10 maiores da Amazônia.



 



Via Direta



*** O Senado lançou uma Frente Nacional para acompanhar os gastos públicos *** Como se sabe, em todas as esferas, municipais, estaduais e federais existem irregularidades cabeludas *** Dos ex-prefeitos da capital rondoniense, o petista Roberto Sobrinho é o único que pode voltar à ativa já disputando a prefeitura da capital em 2020 *** Ele tem recebido reiterados apelos das bases para enfrentar o desafio *** Dos ex-alcaides ele é o melhor avaliado nos quesitos pavimentação asfaltica e regularização fundiária *** Os aposentados da capital andam com os cabelos em pé com o futuro, já que os institutos de previdência Iperon (do estado) e Ipam (de Porto velho) andam mal das pernas *** Piratas do agronegócio voltaram a vender carne clandestina em alguns municípios, possivelmente oriunda de gado roubado nas fazendas *** O anuncio da pavimentação do meião da BR- 319 animou os produtores de Rondônia, Acre, Amazonas e Roraima *** Esperam grandes melhoras nos negócios de carnes e derivados e exportação de hortifrutis.      


Sobre o autor

POLITICA & POLÍTICOS (CARLOS SPERANÇA)

Colunista político do Jornal "DIÁRIO DA AMAZÔNIA", Ex-presidente do SINJOR, Carlos Sperança Neto é colaborador do Quenoticias.com.br. E-mail: csperanca@enter-net.com.br