RD POLITICA ( WC e redação)


Diferença dos políticos do Brasil e da Coreia do Sul, tucanos fazem festa para Alckmin em Ji-Paraná, em política nada é impossível

personRD POLITICA ( WC e redação) date_range20 Jul 2018 - 16h42

Brasil – A ex-presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, que já havia sido condenada a 25 anos de prisão e devolução de cerca de 2,6 milhões de euros recebeu nova condenação esta semana superior a 15 anos pelo Tribunal do Distrito Central. No Brasil o político é acusado, julgado, condenado pela Suprema Corte e se porta como se fosse um cidadão de bem. E ousadamente desafia os membros do judiciário. O jornalista Gessi Taborda tem razão quando diz que o Brasil é um país de brincadeira...  



Deputado – O experiente vereador de Ji-Paraná. Joziel Carlos de Brito (MDB), que está no terceiro mandato e sempre resistiu disputar o cargo de deputado resolveu entrar enfrentar o eleitorado este ano. Ele confirmou que é pré-candidato a deputado federal nas eleições de outubro próximo, porque na sua visão política, há espaço na região polarizada por Ji-Paraná, para a disputa por uma das oito vagas à Câmara Federal.



Tucanos – Como o esperado é são intensas as negociações entre líderes político-partidários tendo como pano de fundo as eleições deste ano, que elegerão de presidente da República a deputados estaduais, menos prefeitos se vereadores. A presença do pré-candidato a presidente Geraldo Alckmin, ex-governador de São Paulo, pelo PSDB em Ji-Paraná sábado (21) mobiliza a política na região central do Estado. É bem provável que já seja definido o nome do ex-senador Expedito Júnior como pré-candidato a governador e do presidente regional do DEM e deputado federal Marcos Rogério ao Senado.



Parcerias – Outro assunto que comentamos na coluna, que seria bastante explorado neste período de convenções partidárias são as composições. As especulações são muitas e a mais intrigante é a que, boa parte do grupo ligado ao senador-licenciado Ivo Cassol (PP-RO) estaria formatando uma parceria com o PDT do senador Acir Gurgacz, pré-candidato a governador. E não deixa de ter sentido, pois Cassol já disse que não apoiada Expedito Júnior, caso ele seja candidato a governador.



Opções – Os partidos considerados de ponta como MDB, PSDB, PDT, PP, PSB e o PT com maior representatividade no Congresso Nacional buscam ampliar o leque de parceiros, para ganhar tempo no Horário Eleitoral Gratuito, pois teremos uma campanha muito curta, de apenas oito semanas. A coligação não pode ser limitada a interesses dos cargos proporcionais, pois sem tempo na TV, os candidatos a governador ficarão diretamente prejudicados. Quem não tiver um bom marketing, que seja prático e objetivo terá dificuldades.



Respigo



O PDT realizará amanhã (21), no comando do senador e presidente regional do partido, Acir Gurgacz, pré-convenção com membros e simpatizantes dos diretórios de Jaru, Mirante da Serra, Nova União, Theobroma e Jorge Teixeira. Acir é pré-candidato a governador, organiza o partido e ajusta alianças para a convenção estadual do próximo dia 29 em Porto Velho +++ Os tucanos tendo como parceiros o DEM e o PSD promoverão pré-convenção também no sábado (21) no espaço Mediterrâneo a partir das 9h com a presença do pré-candidato a presidente da República, Geraldo Alckmin em Ji-Paraná. Há muita expectativa se o nome do ex-prefeito de Porto Velho, José Guedes, lançado pré-candidato do partido há meses seja confirmado +++ Mesmo convalescendo de cirurgia a Bailarina da Praça, figura das mais conhecidas em Porto Velho está organizando a Festa do Dias dos Pais. O evento aberto ao público, como sempre, ocorrerá na Praça Marechal Rondon, a partir das 17h do dia 12 de agosto.



Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica


Sobre o autor

RD POLITICA ( WC e redação)