RD POLITICA ( WC e redação)


Dificuldades para levar o eleitor às urnas, abstenção preocupa os candidatos, segundo turno dependerá da participação de Acir

personRD POLITICA ( WC e redação) date_range29 Set 2018 - 06h28

Eleições – A partir da próxima segunda-feira (1º) os políticos terão a última semana para convencer o eleitor a votar. O problema não se resume, apenas em sensibilizar o cidadão a acreditar em suas propostas, mas acima de tudo conscientizá-lo da importância de votar, pois um dos maiores adversários dos políticos nas eleições deste ano, que elegerão presidente da República, governadores, dois dos três senadores Câmara Federal e Assembleias Legislativas é sobre a necessidade de o eleitor ir às urnas. O povo está desanimado.



Abstenção – Em Rondônia os três principais candidatos a governador, que lideram as pesquisas, ainda, não conseguiram demover boa parte do eleitorado resistente a votar. Expedito Júnior – “Esperança por um Tempo Novo” (PSDB/DEM/PSD/PRB/Patriotas) desde as primeiras pesquisas do Ibope/TV Rondônia (Globo) e Real Time Big Data/SICTV (Record) lidera com folga. Acir Gurgacz - “Juntos por um novo tempo para Rondônia” (­PDT, PSB, PP, PR, PTB, SD, PSDC e PTC) e Maurão de Carvalho - “Rondônia, Unidos Somos Fortes” (MDB/Podemos/PMN/PSC/PCdoB/PHS/Pros/PV) se revezam na segunda colocação, quadro que, a princípio, dificilmente mudará até o dia das eleições, 7 de outubro. Os demais (são mais seis candidatos) aparecem nas pesquisas com menos de dois dígitos.



Inelegível – Existe possibilidade de as eleições a governador em Rondônia ser decidida no primeiro turno. Na condição de o candidato Acir Gurgacz não conseguir formalizar o registro da sua candidatura, que está pendente, porque o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou e ele recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na condição da liberação de Acir pelo TSE esta semana a disputa pelo segundo lugar definirá quem estará no segundo turno. No caso de Acir ter o pedido negado ele poderá disputar, mas com embargo e ou liminar, condição que favorecerá o primeiro colocado, no caso Expedito. Se os demais candidatos não somarem mais votos que Expedito, ele será eleito em primeiro turno. É a perspectiva do quadro atual.



Debate – Hoje (28) os candidatos a governador de Rondônia participam de debate na SICTV/Record, momento muito aguardado pelos candidatos e telespectadores, devido a sua importância no processo político estadual. É uma oportunidade ímpar em que o candidato tem para convencer o eleitor a acreditar em suas propostas e conseguir o voto. O horário é inusitado, das 17h20 às 19h20 e certamente deverá elevar os índices de audiência da SICTV no Estado durante o período.



Debate II – Além do que ocorre hoje na SICTV, na próxima semana teremos mais um importante confronto entre os candidatos a governador, que é o da TV Rondônia (Globo). É momento importante para que os postulantes a governar Rondônia a partir do próximo ano se identifique de forma direta com a população. Hoje pela manhã a informação era que o candidato Acir Gurgacz estava em Brasília, para tratar da regularização da sua pendência eleitoral junto ao STF e que provavelmente, não estará no debate de hoje. Se confirmada a ausência Acir terá enorme prejuízo na sua campanha, já fracionada por problemas com a Justiça Eleitoral.



Respigo



O trânsito de Porto Velho, que normalmente já é complicado estava, ainda, mais engarrafado hoje (28) no horário do almoço. Como governo do Estado, Assembleia Legislativa, prefeitura e órgãos paralelos funcionam em horário integral (7h30 às 13h30), na segunda-feira (1º) é ponto facultativo nas repartições públicas (estadual e municipal) e na terça-feira é feriado municipal (aniversário de Porto Velho, 104 anos) estava difícil circular na área central da capital devido ao elevado número de carros nas ruas e o mais complicado: quase todos com pressa +++ O deputado estadual Aélcio da TV (PP-PVH) candidato à reeleição esteve esta semana nos bairros São João Bosco e Santo Antônio, de Porto Velho mantendo contato com os eleitores. Ele e o filho Luan da TV (PP), vereador na capital comandam o grupo de formiguinhas e vão de casa em casa pedindo apoio +++ O senador licenciado Ivo Cassol (PP), que já governou Rondônia em dois mandatos percorre o Estado pedindo votos para seu fiel escudeiro, Carlos Magno, ex-prefeito e ex-deputado (federal e estadual), candidato ao Senado e para a irmã, Jaqueline, candidata a deputada federal. O segundo voto ao Senado Cassol pede para o senador Valdir Raupp (MDB-RO), candidato à reeleição +++ Raupp também governou Rondônia e hoje eles estão na mesma coligação, nas eleições deste ano. Raupp e Cassol são adversários políticos e não inimigos, a diferença é enorme.



Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica


Sobre o autor

RD POLITICA ( WC e redação)