RD POLITICA ( WC e redação)


Expoari com artistas de renome, atrito entre secretário da Sesau e presidente do CES, dificuldades para liberação de alvarás

personRD POLITICA ( WC e redação) date_range12 Jan 2018 - 06h41

Expoari – É tradição da Exposição Agropecuária Comercial e Industrial de Ariquemes-Expoari oferecer shows musicais com artistas consagrados nacionalmente. Para a exposição deste ano, que será realizada no período de 21 a 29 de julho próximo, no Parque de Exposições da Associação dos Pecuaristas de Ariquemes-APA estarão se apresentando Bruno e Marrone (21), Marília Mendonça (26) e Maiara e Maraísa (28). Sem dúvidas artistas de renome e uma garantia de público recorde.



Saúde – A denúncia do presidente do Conselho Estadual de Saúde (CES), Raimundo Nonato Soares, que a Secretaria de Estado da Saúde-Sesau remanejou R$ 10 milhões da Fundação Fhemeron, ação que seria ilegal e só veio a tona, após o CES se manifestar, criou um canal de atrito entre Nonato e o titular da Sesau, Williames Pimentel. O presidente do CES quer a prestação de contas, obrigatória, da Sesau sobre o remanejamento, mas isso não ocorreu. A “briga” Pimentel-Raimundo Nonato promete.



Maternidade – Medida das mais acertadas do prefeito Hildon Chaves (PSDB), sobre as dificuldades na área de saúde, que ele admitiu publicamente, que não vai bem. A nomeação da médica pediatra Marilene Penatti para a direção geral da Maternidade Municipal Mãe Esperança é a certeza da pessoa certa no lugar certo. Marilene já demonstrou sua competência quando passou pelo Hospital de Base Ary Pinheiro e Hospital Infantil Cosme e Damião. Porto Velho poderia ter pelo menos mais meia dúzia de “Marilenes” para que o povo pudesse ter uma saúde pública digna.



Corrupção – Renovar um Alvará de Licença na Prefeitura de Porto Velho não é um ato dos mais simples, como deveria. O prefeito Hildon Guedes (PSDB) deve checar a ação corrupta de vários integrantes do setor de fiscalização. É impressionante como esses corruptos, lógico que não são todos e nem a maioria, pressionam empresários, comerciantes, profissionais liberais para liberar o documento somente com o pagamento de propina. O problema é antigo e merece atenção maior do prefeito, que não aceita atos ilegais.



Candidato? – Perguntado responde de forma rápida “não”, mas pela movimentação nos últimos dias pode ser que “sim”. Falamos de um dos políticos mais experientes de Rondônia, o ex (deputado estadual, governador, senador e três vezes prefeito de Ji-Paraná) José Bianco. Ultimamente ele tem mantido contatos freqüentes com lideranças políticas do Estado (Executivo e Legislativo) e também com membros do Judiciário. Ponderado, respeitado e procurado pelos colegas, no mínimo para um conselho, Bianco é uma das reservas morais da política de Rondônia.



Respigo



Quem é o ex-titular da Sedam (Meio Ambiente) que terá que pagar mais de R$ 1 milhão, porque assinou documento sem os devidos cuidados. Está condenado e dificilmente terá condições de pagar, segundo informou um experiente e respeitado jornalista de Rondônia +++ O ilustre e atento leitor, advogado Ernande Segismundo corrigiu uma informação da coluna de ontem sobre a quilometragem de Porto Velho a Rondonópolis, no Mato Grosso. De fato a ida e volta a Rondonópolis daria 3.600 quilômetros e não os seis mil citados +++ Para se aproximar dos aproximados 6 mil quilômetros de estradas vicinais da capital de Rondônia, o trecho seria equivalente de Porto Velho a Londrina no Norte do Paraná. A ligação rodoviária Porto Velho a Londrina tem aproximadamente 5,8 mil quilômetros +++ A nota de ontem (10) sobre a festa de arromba de um político da região central, na fazenda dos pais, que estavam viajando para o Nordeste deu o que falar. Aviões fretados e lotados de lindas jovens e muita “alegria” durante as festividades de final de ano deixou muita gente curiosa para saber quem é o sortudo afortunado.



Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica


Sobre o autor

RD POLITICA ( WC e redação)