A VISÃO DEMOCRÁTICA (POR Celso Lungaretti )


PÉS NO CHÃO: PT QUER QUE O INDULTO PARA LULA SEJA UM DOS TEMAS DA CAMPANHA ELEITORAL.

personA VISÃO DEMOCRÁTICA (POR Celso Lungaretti ) date_range04 Mai 2018 - 05h32

A colunista Mônica Bergamo, que é uma das melhores fontes de informação sobre os bastidores petistas existentes na grande imprensa, revela que o partido implicitamente já desistiu de tirar Lula das grades pela via judicial e aposta suas fichas no indulto natalino:


"O PT pretende propor aos candidatos de centro-esquerda que defendam o indulto para Lula na campanha eleitoral. O único que prometeu o perdão judicial a ele até agora foi Guilherme Boulos, do Psol.


Esse deve ser um dos pontos centrais do discurso de campanha do partido, caso tenha candidato próprio: tirar Lula da cadeia para que possa concorrer em 2022".


Ufa! Parece que o tempo das bravatas finalmente está terminando. 


 


 


Há muito se percebe a inutilidade das iniciativas do PT, aparentemente mais voltadas para impactar a opinião pública do que para resolver o problema concreto de um idoso que tende a sofrer grande desgaste psicológico no regime de prisão fechada. É praticamente unânime a avaliação dos que o conhecem: o cativeiro prolongado acabará com o Lula. 






Enquanto sua soltura for vista como uma confirmação de que o Judiciário estaria encenando uma monumental farsa para impedir que ele se reeleja presidente, Lula continuará mofando no xilindró. É simples assim.


 


A chance de, pelo menos, devolvê-lo ao lar será muito maior sem tanta estridência, com tratativas de bastidores e passando a enfatizar os aspectos humanitários. 


 


Tenho a certeza de que o indulto é uma meta plausível, mesmo que o próximo presidente seja de centro-direita ou, até, um direitista civilizado. Dos candidatos com alguma chance de vitória, o único que certamente manteria uma postura intransigente e impiedosa é o Jair Bolsonaro. Os demais são todos conversáveis. 


 




Sobre o autor

A VISÃO DEMOCRÁTICA (POR Celso Lungaretti )