JABURU DIRETO AO ASSUNTO


Prefeito de Ariquemes não gosta de matérias publicadas por site de notícia e dissemina na cidade a intolerância contra a imprensa

personJABURU DIRETO AO ASSUNTO date_range13 Out 2017 - 12h21 location_on06/02/2016

Um site de notícia publicou, nesta semana, duas matérias que não agradaram o prefeito Thiago Flores (PMDB) e este, com o costume que tem de usar a mídia gratuita, principalmente o Facebook, fez diversos comentários contra a matéria depreciando o veículo de imprensa e arregimentou vários simpatizantes que curtiram e comentaram, provocando até comentários de alguns de seus auxiliares de primeiro escalão.



A primeira matéria foi sobre um relatório do Tribunal de Contas, sobre o estouro no preceito legal referente à folha de pagamento da prefeitura no primeiro quadrimestre de 2017. No mesmo dia, a prefeitura publicou uma nota esclarecendo, onde tal nota, também, foi veiculada pelo mesmo site alvo do prefeito. (o que não se desmentiu a matéria veiculada).



A segunda matéria foi sobre a prefeitura não fazer “festa” referente aos 40 anos de emancipação da cidade. Aí pegou fundo. Deixou todo mundo na prefeitura enraivecido. E o prefeito observou e disse depreciando o site (via Facebook) que ficaram gravadas em diversas frases:- “jornaleco fuleiro”, “Aqui não malandro, aqui tem gerência”, “as tais festas que eles tiram fotos e depois “cobram” dos políticos para publicar as carinhas deles”, “a prefeitura não vai sucumbir aos interesses nada republicanos do citado jornaleco”, “um jornalismo tão tendencioso e de má fé como o deles não irá nos atingir”.



Na sua nota da primeira matéria o prefeito diz que já tomou providencias e que a prefeitura já está dentro da lei no quesito folha de pagamento. Também, disse que o estouro já vinha de seus antecessores. Aí, escorregou. Dois meses antes de assumir o cargo, tinha uma equipe de transição sua tomando ciência da situação orçamentária e financeira da prefeitura.



Como de costume de administrações anteriores, o prefeito que deixa o cargo exonera os portariados e o novo prefeito e dá posse aos “novos portariados” e faz os cortes necessários dentro de seu planejamento. Pelo jeito isso não aconteceu com o prefeito Thiago. Aí botou a culpa nos outros.



Sobre a matéria da “Festa dos 40 anos de emancipação da cidade” esta é um evento cívico, aí a turma do prefeito, criticando e se defendendo, alegou que não iria gastar dinheiro e desceram a verborreia no site. Aí se vê que todos na prefeitura estão na folha de pagamento, o que faltou mesmo foi ação, plano de trabalho e vontade.



E o prefeito caiu pro lado de quando a defesa é fraca ou não se tem algo a justificar consistente. Aí muitos políticos partem para a polarização. É o chapeuzinho vermelho contra o lobo mau. É o mocinho contra o bandido. E assim o prefeito Thiago vem fazendo. Já ficou recorrente.



E mais uma vez a imprensa é atacada. Está difícil de avaliar, na ótica do prefeito Thiago, o que é a sua menção de imprensa “livre e imparcial”. A imprensa não está aí só para relatar o que os figurões querem. A imprensa, também é opinativa e investigativa. E esse segmento da imprensa, com certeza, contribui muito para a manutenção, como dito pelo prefeito, “do nosso Estado Democrático de Direito”.



Infelizmente, o prefeito Thiago Flores, já protagonizou na cidade, várias situações contrárias ao estado de direito (má gestão do hospital regional, caso 



dos livros escolares, disposição irregular e falta de tratamento do lixo hospitalar). E agora marcha decisivamente e declarado contra a imprensa.



Não se sabe onde se vai chegar. Recentemente, um jornalista da cidade teve seu carro baleado. O jornalista já foi alvo da revolta do prefeito. Não se relaciona essa ação a pessoa do prefeito. Longe disso. Mas no jargão policial, numa linha de investigação que não se pode desprezar, pode ter sido indutora. As autoridades policiais precisam investigar e esclarecer esse crime.



E o prefeito Thiago precisa vestir a camisa da responsabilidade do cargo. Deve se comportar como um estadista. Não como um desposta, um ditador. Deve administrar a cidade para todos. Se a ação de alguns da mídia o incomoda, o melhor é se capacitar (inclusive sua equipe) para lidar com o controverso. Do contrário é expor as inabilidades, a falta de competências e vilipendiar o verdadeiro estado democrático e de direito.


Sobre o autor

JABURU DIRETO AO ASSUNTO

Chegou 2016. E aí rei da cocada? E aí autoridades? 1 – Ano de eleição. Não fez, não fez! Político promessa é igual produto ruim. Experimenta-se somente uma vez. 2 – E aí a propaganda? Prometeu. Mentiu. Não fez. Não cumpriu. Enganou. Difícil apagar da mente. Não adianta gastar a grana do povo. Tirar foto com fotoshop. Vai ter que tirar do ar. Os da lei mandaram! 3 – E tem mais! Aguenta a oposição mostrando e reprisando as notícias das promessas e das maracutaias. 4 – E as maracutaias “novas”? Tem muita gente calada. Por conveniência. Muda nunca! Amordaçada muito menos! E roubo não se esconde e muito menos se esquece. Os caminhos ficaram marcados e o pior, documentados. 5 – Tá tudo scaneado e filmado. E haja sacanagem! Como diz o caipira. “Na roça tem hora pra tudo!”. “Pra cume, pra bebe, pra trabaia, pra caga e pra fala mar dosoutros”. 6 – E a elite está preocupada. A tropa já está em campo avaliando suas empatias. 7 – Cidade e mente. Ambas pequenas. É assim! Querem vencer pela empatia e pelo poder. Tudo no interesse próprio. 8 – E a elite mostrando --- o ruim que “gostam” e o bom que não os “serve”. O município se desenvolve, mas as cabeças dominantes são permanentemente contaminadas, agora pelo Zika Vírus. “E a Cidade faz a sua metamorfose atropelada e empurrada pela população, mas continua o berço da elite dos homens de cabeça pequena”. --- Praga que resiste ao tempo. Participe. 9 – Esta coluna é escrita com a participação de várias pessoas e Você poderá participar e contribuir enviando e-mail para: jaburu.ro@gmail.com 10 – Envie sua observação, crítica, matéria, sugestão, pauta, direito de resposta, etc, em até quatro linhas.