NOÇÕES DE POLITICA - Humberto Pinho da Silva


QUANDO DOIS POLÍTICOS HONESTOS, SE ENCONTRAM, EM TERRAS PORTUGUESAS…

personNOÇÕES DE POLITICA - Humberto Pinho da Silva date_range20 Ago 2019 - 06h32

A cena que vos vou contar, ocorreu há muitos anos, numa pequena povoação transmontana, com deputado de esquerda, e Presidente de Câmara, de partido de direita:



O Prof. Doutor Bragança Tender, deslocara-se, com sua comitiva, a Carrazeda de Ansiães, em plena campanha eleitoral, para persuadir os habitantes, a votarem no: “PS”.



Como Homem honesto e respeitador, que era, dirigiu-se à Câmara, para cumprimentar o Presidente.



Conversaram, amigavelmente, sobre os problemas do concelho, e o que se tinha feito para minimizar o abandono em que a Vila havia mergulhado.



No final da cordial visita, o deputado, declarou: pelo que ouvira e vira, nada havia a criticar. 



Pena era, que, como Câmara do “ CDS”, favorecesse os correligionários, em detrimento dos outros.



O Presidente nada argumentou. Mandou chamar os variadores, e após as apresentações, cada um falou do seu pelouro.



Ao terminarem a dissertação, virou-se para Bragança Tender, e, disse enfaticamente:



- “ Destes, que aqui estão, só um é do meu partido. Prefiro competência e honestidade, a cores partidárias…”



Admirou-se, o Professor, de tal procedimento, e retirou-se pensativo.



Durante o comício, realizado na Vila, o ilustre deputado, após apresentar o programa do partido, concluiu:



“ - Não voto aqui, mas se fosse eleitor, sabem em quem escolheria para Presidente da Câmara?!”



Fez-se profundo silêncio. Esperava-se, ansiosamente o anúncio do candidato socialista, para vir a dirigir o destino do concelho; mas…após prolongada pausa, concluiu:



“- No atual Presidente! …”



O reputado Professor, há muito que faleceu; mas, sua honestidade e patriotismo, permanecerá, para sempre na memória dos que o ouviram.



Militar num partido, não devia ser meio de obter emprego ou cargo rendoso; mas, servir a nação, respeitar adversários, e reconhecer-lhes mérito, quando o há.



Infelizmente muitos militam nos partidos, não para servirem a Pátria, mas para se servirem…



              E acontece, tanto na esquerda, como na direita…


Sobre o autor

NOÇÕES DE POLITICA - Humberto Pinho da Silva