OPINIÃO DE PRIMEIRA (SERGIO PIRES)


Reformar da maternidade + Terceirizados da Energisa em perigo! + Casórios de verdade na Banda

personOPINIÃO DE PRIMEIRA (SERGIO PIRES) date_range14 Fev 2020 - 09h15

Reformar da maternidade + Terceirizados da Energisa em perigo! + Casórios de verdade na Banda - Gente de Opinião



PREFEITURA NÃO DÁ DINHEIRO PARA O CARNAVAL, MAS ANUNCIA MAIS DE  8 MILHÕES PARA REFORMAR A MATERNIDADE



Aconteceu de novo! Pelo terceiro ano consecutivo, a Prefeitura de Porto Velho avisa que não dará dinheiro para os desfiles do Carnaval de rua. Vereadores tentaram intermediar o caso, autorizando o uso de suas emendas para a festa. Afinal é ano eleitoral. Mas Hildon Chaves se manteve firme: diz que com a situação financeira da Prefeitura, a prioridade é saúde, educação, transporte, obras públicas. Diz que colabora e prestigia o carnaval, mas apenas com apoio total na infraestrutura. Afora isso, zero. A Associação das Escolas de Samba, mais uma vez também, emitiu nota de repúdio, exigindo apoio com dinheiro público para o evento, que “é gratuito e uma festa cultural”. O “não” se manteve. As escolas há muito tempo sabem que a situação do carnaval está mudando e que são raros os Prefeitos que ainda dão dinheiro para elas. Prova disso é que não há desfiles de carnaval na grande maioria das cidades rondonienses. Quem não encontrar parcerias privadas, está vedado a sucumbir. O mesmo raciocínio vale para a Capital. É uma festa muito importante, que envolve muita gente, mas que tem tudo para ser bancada por empresas. Mas, até lá, ao que tudo indica, os interesses dos carnavalescos continuarão sendo deixados de lado, em função de outras prioridades.   Uma delas será a área da saúde, onde em apenas um projeto, serão investidos nada menos do que 8 milhões de reais.



Uma das prioridades, aliás, será uma grande reforma, ao custo de mais de 8 milhões de reais, que a Prefeitura pretende realizar na Maternidade Mãe Esperança. O projeto técnico já está concluído e o dinheiro para a importante obra sairá dos cofres municipais, ou seja, de recursos próprios. O projeto será encaminhado em breve para a Secretaria Municipal de Licitações, que dará início aos trâmites da concorrência para iniciar o processo burocrático que envolve a concorrência para a obra. Quando for autorizado o início dos trabalhos, a previsão é que a ampla reforma demore pelo menos um ano. O projeto, aliás, vem em boa hora. O prédio da Maternidade, inaugurado em 29 de junho de 2007, pelo então prefeito Roberto Sobrinho, já está com muitos problemas. Doze anos depois, em que foram feitas apenas algumas correções e nenhuma reforma profunda, com um investimento tão alto, certamente a estrutura física, a comodidade e a qualidade do atendimento vai melhorar, para todas as mamães. Esperemos que a burocracia não atrapalhe o projeto e que ele ande dentro do que for programado. Enquanto isso, o Estado também avisa que não dará dinheiro para o Carnaval, o que acontecia em alguns anos passados. O secretário Jobson Bandeira, da cultura, esportes e juventude do governo Marcos Rocha, também confirmou à coluna: nada de grana para o carnaval. 



OS DESAFIOS DO ALIANÇA NO ESTADO



A meta do Aliança para o Brasil em Rondônia, é chegar a pelo menos cinco mil filiados, até 30 de março, prazo em que, se o partido chegar a meio milhão de membros em nível nacional, estará apto a disputar ainda a eleição municipal deste ano.  Embora não seja essa a prioridade do novo partido criado por Jair Bolsonaro, há chances reais de que isso ocorra, porque os números, até agora, são bastante animadores, afirmam lideranças do partido. Até agora, segundo o coronel Chrisóstomo (junto com Jaime Bagatolli) que está organizando o partido em Rondônia, já existem 2.900 fichas assinadas. Outros 3 mil já pediram fichas de adesão. A maior dificuldade ainda para que haja registros de mais adesão, sintetiza a confusão de tantos partidos. Muitos dos que hoje são filiados e querem se transferir para o Aliança simplesmente não estão conseguindo entregar seus documentos de desfiliação, porque a maioria dos partidos não tem sede e nem endereço. O eleitor fica sendo mandado para cá e para lá, tentando achar a sede do seu atual partido e, muitas vezes jamais a descobre.



TERCEIRIZADOS DA ENERGISA EM PERIGO!



Está se tornando um caso sério, que precisa de solução, as ameaças, ataques e até assaltos contra funcionários terceirizados da Energisa. Depois do assassinato  covarde e brutal de um deles, um pai de família que foi baleado por um assassino (que, aliás, já tinha matado outra pessoa e estava por aí, livre leve e solto!), as sucessivas queixas não param. Um desses servidores procurou o colunista para pedir ajuda. Ele estava trabalhando na zona sul, no meio da tarde, quando foi atacado por assaltantes, que levaram seus documentos, dinheiro e outros pertences. Outros colegas dele - e ele mesmo – vivem sob a ameaça de moradores de imóveis onde eles, os trabalhadores, vão cumprir a ordem de cortar a energia ou por ilegalidades, como os famosos gatos ou por atraso no pagamento das contas. É importante sublinhar que os representantes das empresas que trabalham para a Energisa e que vão às ruas, apenas exercem suas funções. São mandados. Executam ordens. Se não as cumprirem, são demitidos. Perdem seus empregos. É muita ignorância mesmo imaginar que um funcionário tenha poder decisório sobre ligar ou desligar a energia elétrica de alguém. As autoridades policiais precisam tomar alguma medida para proteger esses trabalhadores, antes que mais mortes ocorram.



DOIS NOMES QUE FAZEM BARULHO



Na relação sem fim de candidatos a candidato à Prefeitura de Porto Velho, as mídias sociais têm dedicado grandes espaços, geralmente tomados por eles mesmos, para destacar ideias, projetos, para atacar e responder eventuais críticas; para criar factoides até, mas, mais que tudo, os colocando, nesse momento, como uma dupla barulhenta, que sonha com a cadeira de Hildon Chaves. Um deles  é o advogado Breno Mendes, que, aliás, foi chefe de gabinete por alguns meses, no mandato do atual Prefeito. Hoje, ele está no Avante, partido novo que é comandado em Rondônia pelo deputado estadual Jair Montes. O próprio Montes, aliás, tem falado com entusiasmo sobre o nome de Breno, considerando que ele tem chances reais. O advogado se diz defensor dos pobres e dos consumidores e também tenta liderar movimentos em Porto Velho contra a Energisa.  O outro é o  jornalista Samuel Costa, do PC do B, editor do Portal 364. Ele se diz o único representante da esquerda na disputa e pede apoio daqueles que seguem essa ideologia. Está no centro de uma discussão que o colocou em destaque em nível nacional, por estar sendo processado pelo famoso Luciano Hang, proprietário da rede de lojas Havan, uma das maiores do país. Quando a estátua da Havan foi incendiada no interior de São Paulo, Samuel fez uma postagem elogiando o ato e atacou duramente a empresa e o empresário. Mesmo com todo o barulho, os dois terão realmente alguma chance?



MUTIRÃO DEVOLVE A VISÃO A 3.500 PESSOAS



Dona Adelaide, de Cacoal, ia vender sua casa. Tinha desistido de esperar na fila da saúde pública para fazer cirurgia nos dois olhos. A catarata a estava deixando cega e ela tinha que optar: ou ficaria sem enxergar e com seu imóvel  ou pagar as cirurgias e se tornar mais uma brasileira sem ter onde morar. A poucos dias da decisão definitiva, contudo, a espera de Adelaide terminou. Ela foi uma das mais de mil pessoas atendidas pelo mutirão de cirurgias oftalmológicas que beneficiou pacientes de Cacoal e todas as cidades da região. As mil cirurgias realizadas em dez dias, pelo Governo do Estado, via Sesau, se somaram a outras 2500 realizadas em Porto Velho. Num só ano, a atual administração rondoniense praticou uma fila de milhares de pessoas que esperam esse tipo de cirurgia, muitas das quais perderam a visão pela demora e centenas e centenas de outras que foram salvas, graças ao mutirão. No final das contas, o que se questiona é como Rondônia demorou tantos anos (algumas pessoas esperaram perto de uma década para serem atendidas), para resolver esse problema? Não há como não questionar, ate porque o atual governo fez o trabalho em um ano. Não deveria ter sido feito em anos  passados?



AS FUGAS FRUSTRADAS NOS PRESÍDIOS



Os presídios de Rondônia continuam registrando recorde de fugas. Mas o número seria muito maior e assustador, caso chegasse à mídia, por exemplo, todas as tentativas de escapar dos presidiários, frustradas por ações dos agentes penitenciários. Esse é um dos assuntos abordados pelo deputado Anderson Pereira, representante da categoria na Assembleia Legislativa. Ele conversou com o jornalista Sérgio Pires no programa Direto ao Ponto desta semana. A atração da SICTV/Record vai ao ar na Record News deste sábado, a partir do meio dia, com reapresentação no Domingo, 7h30 da manhã. Já no sábado, o Direto ao Ponto estará, na íntegra, no site Gente de Opinião, um dos campeões em acesso em Rondônia. Na conversa Anderson falou sobre sua carreira, seus três anos como deputado estadual e planos para o futuro. A Polícia Penal também esteve na pauta. Ponha na sua agenda!



CASÓRIOS DE VERDADE NA BANDA



O desfile do quadragésimo ano de saída da Banda do Vai Quem Quer, no próximo dia 22, vai ter uma atração muito especial. Durante a festa e em cima de um trio elétrico, fantasiados, três casais vão sair momentaneamente do mundo festivo da Banda, para um ato muito sério. Os seis vão casar, numa cerimônia oficial, ministrada por um Juiz de Paz, aquele que faz casamentos, entre outras funções. A presidente da Banda, Ciça Andrade, vai casar com seu companheiro, o deputado estadual Eyder  Brasil.  O carnavalesco Silvio Santos, o famoso Zé Catraca, vai casar com a fotógrafa Ana Santos. E a jornalista Yale Dantas, uma das personagens mais conhecidas da Banda, oficializará sua união com Evandro Reis. Não se sabe se as três mulheres estarão fantasiadas de noivas, mas vão certamente entrar para a história, por participarem do primeiro casamento oficial durante um desfile carnavalesco em Porto Velho.



UMA BENÇÃO QUE SACUDIU O BRASIL



Os detalhes da conversa ainda são desconhecidos.  Mas o encontro do ex presidente Lula com o Papa, no Vaticano, nessa quinta, causou alvoroço principalmente nas redes sociais! A foto do Sumo Pontífice, maior líder da Igreja Católica no mundo, abençoando um político não só acusado de chefiar uma quadrilha que assaltou os cofres públicos no Brasil, como ainda foi condenado por pelo menos dois crimes, num deles em segunda instância (o que lhe custou mais de um ano na cadeia) causou furor. Os admiradores de Lula comemoraram e destacaram a curta mensagem do ex presidente, informando: “encontro com o Papa Francisco para conversar sobre um mundo mais justo e fraterno". Jornalistas à esquerda acorreram a comemorar o fato, enquanto se lia centenas de mensagens de protesto nas redes sociais. Como será que a maioria dos católicos viu essas cenas romanas? Em breve saberemos.



PERGUNTINHA



Você concorda que a Prefeitura não dê dinheiro público para as escolas de samba ou acha que o carnaval tem que ter todo o apoio financeiro do município?



 


Sobre o autor

OPINIÃO DE PRIMEIRA (SERGIO PIRES)

Colaborador do www.quenoticias.com.br: Sérgio Pires, experiente jornalista e que escreve a coluna OPINIÃO DE PRIMEIRA no jornal Estadão do Norte. Atua também na TV Candelária, onde apresenta aos sábados o programa Candelária em Debate e diariamente o "PAPO DE REDAÇÃO" na rádio Parecis FM. Contato através e-mail: ibanezpvh@yahoo.com.br / celular: 81 24 24 24