A VISÃO DEMOCRÁTICA (POR Celso Lungaretti )


SOBRE O FASCISMO EM GERAL E O FASCISTA JAIR BOLSONARO EM PARTICULAR

personA VISÃO DEMOCRÁTICA (POR Celso Lungaretti ) date_range05 Out 2018 - 06h35

Entrevistado em Nova York pela repórter Danielle Brant, da Folha de S. Paulo, o filósofo Jason Stanley discorreu sobre as semelhanças e diferenças entre as táticas fascistas de Donald Trump e Jair Bolsonaro. 



Stanley é professor da Universidade Yale e lançou recentemente o livro How fascism works: the politics of us and them(Como o fascismo funciona: as nossas políticas e as deles), ainda inédito no Brasil.



Reproduzimos abaixo as principais respostas que Stanley deu ao longo da entrevista. 




"[O fascismo] É duramente patriarcal —os nazistas foram o governo mais antifeminista do século 20; as mulheres arianas não deveriam trabalhar, deveriam ficar em casa e ter filhos. Fascistas também são sempre contra os gays, pois a homossexualidade representa grande ameaça à masculinidade. E há essa retórica machista violenta, a representação de que o outro se opõe às políticas da lei e da ordem. É a justiça vigilante. O adversário e o inimigo são perseguidos, caçados.


 


Todo fascista tem um discurso anticorrupção. Os nazistas tinham campanha anticorrupção, Benito Mussolini tinha campanhas anticorrupção. Quando o país tem muita corrupção, fica muito suscetível a políticos fascistas. O político fascista diz que, se a corrupção é uma tradição, ele vai combater aquilo. Ele pode até acabar amealhando dinheiro, mas com ele não é corrupção. 


 


Um país que teve uma presidente acusada de corrupção pode abrir caminho para uma campanha efetiva: um político fascista poderia dizer que ter uma presidente mulher leva à corrupção. Mesmo sem qualquer evidência. Donald Trump não teve problema em se declarar como o candidato anticorrupção, foi sua tática.











É mesmo? E o que dizer de soldados...


 


Tipicamente, o que eles fazem é dizer que a corrupção política se deve à corrupção da ordem, aos progressistas, ao ganho de poder das mulheres. Bolsonaro diz que você não é um policial se não matar ninguém, p. ex. 


 


Mas a lei e a ordem não são justiça vigilante. E os apoiadores fazerem justiça com as próprias mãos e perseguirem adversários é o oposto a lei e ordem. 


 


As coisas significam o oposto na propaganda fascista. As notícias viram fake news, Hitler costumava dizer que a imprensa passava do limite.


 


...Bolsonaro ataca o grupo diferente dele, geralmente uma minoria racial, que ele diz que são criminosos. É sempre o caso. Os judeus na Alemanha eram criminosos e preguiçosos. As pessoas que se valem do racismo dizem que negros americanos são criminosos e preguiçosos. Bolsonaro [na verdade o seu vice, o general Mourão] disse dos negros no Brasil que eles são preguiçosos. 


 


O poder e a força andam juntos com um grupo, como os brancos. Os brancos são dominantes, então são os vencedores. Todo o resto não tem valor. Isso é fascismo: a ideia de que o grupo odiado —os negros, p. ex.— são criminosos, violentos.


 


Outra coisa que políticos fascistas fazem —e não sei se o Bolsonaro faz— é atacar progressistas. Eles se apresentam falando para as pessoas de verdade do país, o povo que vive nas pequenas cidades, nas áreas rurais.











...cujas armas os bandidos tomam com a maior facilidade?


O Bolsonaro é assustador por ser abertamente antidemocrático. Fala abertamente em prender e matar os adversários. Políticos fascistas geram pânico ao falar sobre estrangeiros destruindo a força do país. Bolsonaro faz tudo isso. 


 


Por que pensar que alguém assim abriria mão do poder? Fascistas nunca abrem mão do poder. Eles veem a democracia como fraqueza. Se eles dizem que serão líderes duros e vitalícios, por que você vai votar nele? Por que ele não faria o que diz? 


 


Parece, para mim, que ele está dizendo isso. Ele está dizendo que se chegar ao poder, vai ficar no poder, mesmo usando a violência. Ele está sendo explicitamente antidemocrático.


 


Uma coisa dessa ideologia fascista machista é que eles dizem o que vão fazer. Então o que o Bolsonaro diz que vai fazer? Tem que acreditar nele. Ele está dizendo a verdade sobre o que vai fazer —mas ele está mentindo sobre por que ele vai fazer.


 


Quando há racismo velado que o líder fascista possa explorar, quando a sociedade tem uma cultura machista, patriarcal. Ou quando o líder democraticamente eleito foi corrupto, algo especialmente perigoso porque deixa as pessoas ansiosas. Uma crise econômica deixa as pessoas ansiosas e com medo, e elas querem um líder forte que surja e resolva todos os problemas.


 


...o fascista tem a sua própria realidade. (...) Se eles não ganharem, por definição é uma fraude. A realidade é irrelevante, e claro que é exatamente o que Donald Trump faz. Ele também só se importa com resultados.











Bolsonaro disse que não aceitaria derrota, depois recuou


 


[O que se deve fazer para combater o fascismo?] Em primeiro lugar, reconhecer o fascismo. O fascismo tem como alvo esquerdistas, progressistas, comunistas e minorias. 


 


Há a tendência a se sentir seguro se você não pertence a um desses grupos. Mas o fascismo vai atrás de você também, pois o líder fascista persegue até os próprios apoiadores para se manter no poder. Os apoiadores têm prazer no ódio do líder fascista contra quem eles odeiam. Quanto melhor o líder fascista vai, mais as pessoas que eles odeiam vão se irritar e se sentir humilhadas. Esse é o prazer que o fascismo oferece.


 


[Sobre se Bolsonaro é ou não fascista] Ele é contra gays e fala de minorias como preguiçosos? Ele fala em matar os adversários políticos? Se apresenta como o cara durão, que vai chegar e matar os criminosos sem tribunal? Ele fala que mulheres não deveriam ser líderes políticas, deveriam ficar em casa? Ele elogia ditadores, como Trump faz? Elogia ditadores passados no Brasil? Ele fala de militares, como ele é o verdadeiro Brasil, como os esquerdistas estão arruinando o país e como ele vai fazer algo sobre isso? Essas são as características.


 


...[Bolsonaro é fascista] Até mais que Trump, pois ele é muito mais a favor da violência. E violência não é democrática, é um sintoma do fascismo. Quem se vangloria de usar a violência contra adversários... Ele é mais abertamente antidemocrático que Trump.

 




...ele está dizendo a você que não será um líder democrático. Não vejo ele como alguém que desista. Você quer eleger alguém que é tão abertamente antidemocrático? Que está prometendo violar as regras? Eu não entendo. Por que vocês não estão acreditando nele?"


 




Sobre o autor

A VISÃO DEMOCRÁTICA (POR Celso Lungaretti )