LENHA NA FOGUEIRA (ZEKATRACA)


Tem grafiteiro de renome internacional, pintando os viadutos

personLENHA NA FOGUEIRA (ZEKATRACA) date_range26 Set 2018 - 06h55

Pois é, nossos viadutos depois de tanta polêmica quanto a conclusão de suas construções, agora voltam a cena, através do GRAFFIZÔNIA um Projeto da Diretoria Municipal de Políticas Públicas para a Juventude.



*********



Tem grafiteiro de renome internacional, pintando os viadutos de Porto Velho e o negócio tá ficando muito bonito. A idéia do prefeito é transformar os logradouros, em atração turística, coisa que com certeza, será alcançada. Basta ver o portal instalado no Viaduto da Três Meio “Eu Amo PVH”.



*********



Agora com o Graffizônia com certeza , nossos viadutos realmente passarão a ser mais uma atração turística de Porto Velho.



**********



Uma das atrações desse encontro, é o grafiteiro Michael Davis que já realizou trabalhos em 17 países e 22 estados brasileiros, tendo inclusive realizado trabalho para a Porsche, uma das principais marcas de automóveis esportivos do mundo, sediada na Alemanha.



**********



O negócio é sério e de grande importância para o embelezamento da nossa cidade. Segundo a coordenação, aproximadamente 40 grafiteiros de várias regiões brasileiras, estão participando e cada um, com certeza, vai deixar sua melhor marca nas paredes dos elevados.



**********



Agora, não é porque os profissionais estão deixando nossa cidade mais bonita, que podem fazer o que querem. É necessário, quando forem pintar coisas que dizem respeito a tradição e a cultura popular do nosso povo, que procurem ouvir alguém que saiba sobre o assunto.



**********

Isso para evitar críticas, como as que bombaram nas redes sociais a partir da tarde de sábado, quando um grafiteiro, achando que estava homenageando a nossa cultura popular referente a brincadeira de Boi Bumbá



*********



Grafitou no elevado do TRÊS E MEIO dois bois bumbás, até aí tudo bem. Quando a turma ligada ao folclore em Porto Velho deu por si, descobriu que o artista havia pintado o BOI CAPRICHOSO de Parintins e o BOI FLOR DO CAMPO de Guajará Mirim.



********



Aí mermão, o pau comeu. Nosso povo folclórico não tem nada contra Caprichoso e Flor do Campo, porém, eles são de outro estado e município.



*********



Se não tivéssemos BOI BUMBA em Porto Velho tava tudo bem, mas, temos vários bumbás e por isso, não aceitamos que deixem nossos grupos de lado para homenagear Boi de outras cidades que não tem a ver com a cultura de Porto Velho.



**********



Se você for a Manaus, vai ver que o manauara não admite que se valorize em seus festivais, os Bois de Parintins. Vai no Festival Folclore da Bola e fala em Garantido e Caprichoso pra te ver se a turma não de bota pra correr.



**********



Aí o artista mal informado, vem e pinta um Capricho e um Flor do Campo no terreiro do Corre Campo, Diamante Negro, Marronzinho, Manhoso, Tira Teima, Vencedor e Teimoso. Não falo de Az de Ouro porque esse não é daqui!



*********



O presidente da Federon Fernando Rocha e a presidente da Liga Guarnecer de Boi Bumbá Simone Guedes atendendo solicitação dos folcloristas de Porto Velho, postadas nos vários grupos de wattsap, entraram em contado com o pessoal da prefeitura, leia-se Gulherme Erse e Ocampo Fernandes, solicitando que fosse apagada da TESTA dos Bois Pintados no viaduto, os símbolos (Estrela) do Caprichoso e Folhas de Trevos (Flor do Campo). Prometeram aos folcloristas de Porto Velho, que ontem a tarde a correção seria providenciada.



***********



Voltando a divulgação oficial distribuída pela prefeitura de Porto Velho: “O projeto está relacionado ao ‘Parceria Verde’, que busca uma melhora no visual da cidade e, consequentemente, na qualidade de vida da população. O Município já está fazendo a gramagem na entrada da cidade e plantando árvore ao longo da BR-364 e nos viadutos”, explicou o secretário Robson Damasceno, da Secretaria Municipal de Integração (Semi).


Sobre o autor

LENHA NA FOGUEIRA (ZEKATRACA)

Colaborador do Que Notícias, ZEKATRACA é titular da coluna Lenha na Fogueira no jornal Diário da Amazônia. E-mail: zekatracasantos@gmail.com