RD POLITICA ( WC e redação)


Três nomes despontam na disputa da Prefeitura de Candeias do Jamari, Cristiane Lopes é ótima opção na capital, por que os administradores públicos não adotam o seguro?

personRD POLITICA ( WC e redação) date_range12 Jun 2019 - 09h36

Seguro – A cidade de Cascavel, uma das mais bonitas e pujantes do país, no Oeste do Paraná adotou um sistema eficiente para a realização de obras no município. Foi aprovado pela câmara de vereadores projeto do vereador Carlinhos Oliveira (PSC) e sancionada pelo prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) de a exigência de seguro para qualquer obra pública licitada. A prática, muito comum de empresas ganharem licitações e depois abandonar as obras, a partir de agora terá a garantia do seguro. A iniciativa poderia ser aplicada em Rondônia, inclusive no governo do Estado.



 



Posicionamento - “Acredito que o próprio Supremo Tribunal Federal (STF), de onde, [segundo] setores da imprensa, já se ouvem vozes no sentido da possibilidade de anulação de processos criminais. É preciso cautela. Prefiro não acreditar que os membros da mais alta Corte do País, que também funcionam como juízes criminais em muitos casos, se arvorem tão cedo a dar declarações que coloquem em dúvida a licitude de processos penais”. A declaração é do senador Marcos Rogério (DEM-RO) sobre vazamento de escuta telefônica envolvendo membros da Operação Lava-Jato. Função de ministros do STF, STJ, desembargadores, juízes é julgar e decidir. Declarações públicas sobre qualquer assunto é para político. Quer ser político, deixa a toga.



Prefeito – No próximo dia 7 será realizada eleição suplementar em Candeias do Jamari a prefeito e vice. O prefeito eleito em 2016, Chico Pernambuco (PSB) foi assassinado em março de 2017 e o vice Luiz Ikenohuchi (DEM) cassado pela câmara de vereadores no início deste ano, por isso o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) determinou eleição suplementar. Pelo menos três nomes estão em condições de vitória. O atual prefeito, Lucivaldo Fabrício (DC), que era presidente da câmara e assumiu a prefeitura com o afastamento de Ikenohuchi; Valdeir Queiroz (PMN) e o ex-deputado estadual Ribamar Araújo (PR). Também está na disputa Paulo (Cadilac) Silva (PSTU), que pode surpreender.



Prefeitura – A vereadora de Porto Velho, Cristiane Lopes (PR) é um dos destaques da Câmara Municipal. Independente, mas coerente, pois não vota contra o Poder Executivo, apenas por votar, Cristiane tem seu nome lembrado, sempre que o assunto é a sucessão municipal da capital. Hoje temos uma dúzia de pré-candidatos e nenhum deles, mulher. Cristiane pode ser a escolhida e com enormes chances de chegar a frente, mas certamente estará abrindo mão de uma reeleição garantida e, caso não consiga sucesso numa investida à prefeitura ficará sem mandato.



Bloquete – Por que os prefeitos não utilizam pavimentação da maioria das ruas e avenidas com bloquete a exemplo de Ji-Paraná? O custo é infinitamente menor, a manutenção mínima e o assentamento do bloquete é feito por moradores dos bairros, que ganham para prestar serviço com orientação de engenheiros e técnicos da prefeitura. As ruas e avenidas principais são pavimentadas, mais modernas, mas nada á tão funcional, econômico e de fácil manutenção como o bloqueteamento. O bloquete é fabricado pela prefeitura e a preparação do solo é simples, garante escoamento das águas de chuvas e reduz o aquecimento do piso. E não é preciso empreiteiras...  



Respigo



Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, preso e condenado a 172 anos de prisão reclamou que uma lancha apreendida pela Justiça deve passar por manutenção. Só mesmo no Brasil, que um corrupto, que meteu a mão no dinheiro do povo, acusado, julgado, condenado, preso tem direito a reclamar por manutenção de um bem que comprou com dinheiro sujo +++ O inverno amazônico (chuvas) já terminou e iniciamos o verão (seca). Já passou da hora de o prefeito de Jaru, João Gonçalves Júnior (PSDB) ajeitar as ruas dos bairros +++ As reclamações dos moradores são muitas, mas o jovem prefeito e sua equipe fazem ouvido de mercador. Pela sua importância econômica e social para o Estado, Jaru merece um pouco mais da administração municipal, que caminha como tartaruga: devagar, quase parando... +++ A BR 364 continua batendo recorde de acidentes. Além do piso esburacado de Porto Velho a Vilhena, com cerca de 700 quilômetros, os abusos dos motoristas também contribuem para o enorme volume de mortes.


Sobre o autor

RD POLITICA ( WC e redação)