O QUE DA NOTICIA (AOR OLIVEIRA)


VEREADORES DISCORDAM SOBRE CPI DA SAÚDE

personO QUE DA NOTICIA (AOR OLIVEIRA) date_range06 Jun 2018 - 14h40 location_onARIQUEMES

Na sessão de segunda-feira antes mesmo de ser colhida as assinaturas para criação da CPI da Saúde o circo foi armado e o espetáculo com o inebriante Vereador Amalec da Costa incomodado com o pronunciamento do Vereador Rafael É o Fera, que ao usar a Tribuna do Poder Mirim disse estar com vergonha da atitude do Vereador Nairton da Saúde.



Daí pra-frente foi um descontrole geral insultos e agressões verbais – rolou a baixaria.  



Três integrantes – Ernandes Amorim (PR), Cap. Levi (MDB) e Rafael é o Fera (DEM) –assinaram o documento que   entra com pedido de instalação da CPI na Saúde de Ariquemes.



Vários lados



Joel da Yamaha fala em vídeo que não precisa de CPI, pois, o Prefeito está agindo para melhorar a Saúde. Só que Joel se esqueceu de perguntar para o povo que faz uso da UPA, Hospital Regional e Hospital da Criança onde estão as melhorias apresentadas pelo Prefeito.



Na Câmara de Vereadores, durante a sessão desta segunda-feira, alguns parlamentares da base aliada do prefeito Thiago Flores criticaram a iniciativa do colega Ernandes Amorim, de colher assinaturas para a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI - a fim de apurar as possíveis irregularidades havidas na Secretaria de Saúde de Ariquemes.



Os vereadores reclamaram e questionaram as razões para o pedido de CPI. “Não entendo. Não sei se é algo particular, se está inconformado com o prefeito ou se realmente é por causa da saúde. De uma coisa eu tenho certeza: não é o momento, falaram alguns vereadores.



 A CPI da Saúde é necessária nos dias de hoje, vemos a cada dia o caos sendo instalado no setor, a situação é grave.  



O líder situacionista, Natan Lima (PTB) ém vê no diálogo a alternativa mais eficaz. “A CPI é um recurso extremo que a Casa Legislativa pode utilizar. Precisamos vencer etapas antes disso. Acho que seria razoável construir de modo cognitivo. Não foi dessa forma, mas o parlamento é da diversidade de ideias, e vamos tratar com equilíbrio e respeito”.



O vereador Ernandes Amorim, autor da propositura, rebateu as críticas. “É aquilo que dizem: o uso do cachimbo deixa a boca torta. Nos acostumamos a ver aqui vereadores como correia de transmissão daquele que está no poder. Eu não faço essa figura. Estou aqui para exercer a cidadania e o mandato que o povo deu na função de “fiscal do povo”. É justo que seja analisada. A lógica é salvar vidas o mais rápido possível”, argumentou.



VEREADORES ‘DEFENSORES DA FAMÍLIA’ SE CALAM DIANTE DA CPI DA SAÚDE



Muitos vereadores de Ariquemes que se intitulam defensores ‘da família e dos bons costumes’ se calaram diante do pedido de CPI da Saúde, após a divulgação das várias denúncias dos pacientes do SUS que usam a UPA, Hospital da Criança e Hospital Regional.



Vereadores que foram aguerridos defensores do não uso dos livros didáticos que tratavam da diversidade do gênero nas escolas do município, que tenta censurar professores e promover o autoritarismo evangélico conservador nas escolas públicas, evitaram fiscalizar os recursos da saúde pública, na sessão da Câmara desta segunda-feira.



Leões em defesa da ‘moral e dos bons costumes’, os vereadores da base do prefeito de Ariquemes, Thiago Flores, afirmam que é desnecessário uma CPI para investigar a Saúde de Ariquemes. A CPI poderia estabelecer uma possível ligação entre a corrupção e o financiamento de campanhas políticas, com vista às próximas eleições.



O pedido de CPI nem chegou a ser protocolado foi assinada por 3 vereadores: Ernandes Amorim (PR) autor da propositura Cap. Levi (MDB) e Rafael É o Fera (DEM), mais os defensores da “família” não apoiam a CPI, como se se os pacientes não formem uma família também.



O que se tem a esconder que a Saúde não pode ser investigada?



 



ONDE ESTÁ O RECURSO



A Prefeitura recebeu do Ministério da Saúde os seguintes recursos:



“Município de Rondônia



 



ARIQUEMES – Valor da Emenda: R$ 850.000,00



 



Ministério da Saúde



 



Gabinete do Ministro



 



PORTARIA Nº 1.546, DE 29 DE MAIO DE 2018”



 



http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=30/05/2018&jornal=515&pagina=86&totalArquivos=162



 



Qualificação de Unidade de Pronto Atendimento



(UPA 24 h) Nova



 



Recursos a serem Destinados ao Estado de Rondônia e Município de Ariquemes



 



Ariquemes



 



Recursos de Custeio



Opção VIII



Nº de Profissionais Médicos 24h: 9 (nove)



 



Valor Anual de Qualificação: R$ 3.900.000,00



 



Ministério da Saúde



 



Gabinete do Ministro



 



PORTARIA Nº 1.547, DE 29 DE MAIO DE 2018



 



http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=30/05/2018&jornal=515&pagina=89&totalArquivos=162



 



Este último é para contratar 9 médicos para atenderem na UPA – e ai senhores Vereadores vocês tem conhecimento disso?



E ai se pergunta quantos médicos foram contratados? E onde está esse dinheiro?



Qual dos 13 vereadores sabe responder.





 



O ELEITOR TÁ NEM AI PRA VOTAR



 



A prova disso foi a grande abstinência eleitoral nesse último pleito realizado em Vilhena na eleição suplementar para prefeito. Numa clara demonstração do que será a próxima em outubro de 2018. Os candidatos poderão sofrer uma grande decepção eleitoral.



ARIQUEMES AS COISAS INCRÍVEIS!!!



Nunca na história do esporte de Ariquemes se deixou de realizar uma partida de futebol por conta de um laudo.



De quem é a responsabilidade pelo estádio Gentil Valério?



A quem compete a regularização do Estádio?



Na visão dos amantes do futebol a responsabilidade é da Prefeitura, portanto se assim for – Prefeito tire o pé do chão, vamos agilizar os documentos para que a final do campeonato aconteça aqui em Ariquemes, com nosso representante disputando em casa.



A IMBECILIDADE POLITICA



Com tantos assuntos a serem debatidos no congresso – deputados federais aprovam a proibição do casamento aos 16 anos.



É falta de assunto, para ser aprovado, o Brasil em plena crise econômica, crise de segurança com o aumento da bandidagem, a crise dos crimes em geral principalmente contra a mulher, crise do trafego e esses parlamentares preocupados com casamento de A ou de B se a idade é Y ou Z.



Me poupem seus imprestáveis embeiceis.



SE A JUSTIÇA FOSSE JUSTA



A justiça pratica pelas mãos de Gilmar Mendes o conhecido bocão ou boca de sapo, é um desastre nacional.



Amigo íntimo dos bandidos, dos ladrões, dos corruptos e dos traficantes.



Só Gilmar mandou soltar mais de 19 bandidos condenados em segunda estância, por diversos crimes.



Com Gilmar no STF não se precisa de Justiça.  



 



 



 


Sobre o autor

O QUE DA NOTICIA (AOR OLIVEIRA)