Política

A mulher de César


bookmark_borderBRASIL POLÍTICA date_range17 Jun 2019 - 19h35 personSALVATORE D'ONOFRIO

O artigo de Celso Rocha de Barros "Lula e a Lava Jato" (Folha, 17/6) nos faz perceber como também gente inteligente e culta não consegue aceitar o axioma de que "contra fatos não valem argumentos". Infelizmente, é difícil mudar opiniões preconceituosas . Ele reconhece que a Lava Jato teve o mérito de desmantelar o cartel de empreiteiras que, em conluio com chefões de partidos políticos, assaltaram o erário público. Mas, ao mesmo tempo, considera o juiz Sérgio Moro culpado pela prisão de Lula, o que impediu sua terceira candidatura à Presidência do Brasil, como se o chefe do PT não tivesse nadado na corrupção. Não há necessidade de provar que ele foi realmente dono do triplex do Guarujá ou do sítio de Atibaia. O simples fato de seu governo ter permitido enriquecimentos ilícitos de familiares e correligionários já seria suficiente para não merecer a recondução. Diziam os antigos romanos que a mulher de César não deveria ser apenas honesta, mas também parecer tal, sem nenhuma dúvida sobre sua vida ilibada. Nosso povo deveria ser estimulado a não votar mais em políticos desonestos ou incompetentes.



-- 

Salvatore D' Onofrio 

Dr. pela USP e Professor Titular pela UNESP 

Autor do Dicionário de Cultura Básica (Publit)

Literatura Ocidental e Forma e Sentido do Texto Literário (Ática)

Pensar é preciso e Pesquisando (Editorama)

www.salvatoredonofrio.com.br

http://pt.wikisource.org/wiki/Autor:Salvatore_D%E2%80%99_Onofrio


RG 3019752 -Rua Siqueira Campos, 345 - São José do Rio Preto -SP Fone (17) 3234.1054