Política

Após encontro com Bolsonaro, Crivella diz que vai começar reabertura no Rio

Ainda sobre Covid-19, Crivella afirmou que conversou com o presidente. Instado a falar sobre a situação do combate ao coronavírus no Rio, Crivella afirmou que ‘há leitos disponíveis nos hospitais’.


bookmark_borderBRASIL POLITICA date_range22 Mai 2020 - 09h10 personPORTAL GGN

Jornal GGN – Após encontro privado com Jair Bolsonaro, o presidente, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcello Crivella, avisa que vai se reunir com ‘conselho científico’ da cidade e apresentar um plano elaborado por empresários para retomada do setor do comércio e parte do setor de serviços. Isso tudo em meio à pandemia, que vitimou mais de 2,3 mil mortes e com número acima de 18 mil infectados.



Crivella saiu animado da reunião, alardeando o estudo da retomada. Segundo ele, a reabertura será escalonada, como acontece no mundo. O prefeito do Rio afirma que houve 80% de queda das aglomerações e do número de passageiros em ônibus municipais, sinal que já é hora de voltar as atividades.



O prefeito do Rio não contou o teor da conversa privada tida com Jair Bolsonaro e seu ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Só disse que tratou do coronavírus na conversa, mas não deu detalhes.



Ainda sobre Covid-19, Crivella afirmou que conversou com o presidente. Instado a falar sobre a situação do combate ao coronavírus no Rio, Crivella afirmou que ‘há leitos disponíveis nos hospitais’.



Crivella dá graças ao conselho científico que aconselha a prefeitura, fato que permitiu ao Rio não chegar ao lockdown. Somente os serviços que pedem proximidade foram parados, diz o prefeito, o restante funcionou normalmente.



Já o ‘estudo da retomada’, Crivella disse que o plano foi ‘formulado com os empresários do Rio’, de todos os setores que tiveram paralisação, sobretudo comércio e serviços. Diz que a indústria também participou, mesmo não tendo tido paralisação. E agora vai apresentar este projeto à comunidade científica para, ‘diante dos leitos que estamos abrindo, e também da diminuição da curva de velocidade de contágio’, o Rio possa retomar as atividades.



Em sua live, Jair Bolsonaro disse que conversou com Crivella sobre a volta do futebol. Segundo o presidente, o Ministério da Saúde seria favorável, e a decisão estaria ‘nas mãos’ de Crivella.



‘Para que a gente possa ver um futebolzinho no sábado e domingo, até ajuda a deixar o povo em casa, menos estressado. É muito bom ver um futebol. E os jogadores querem, o que interessa é isso. Os jogadores querem voltar a jogar. Afinal de contas, a gente não sabe quando vai acabar essa pandemia, até quando parar’, disse o presidente do Brasil.



E foi mais longe. Bolsonaro espera que se o Campeonato Carioca voltar, os outros estados copiem o exemplo.



Com informações de O Globo.