Internacional

Arqueólogos descobrem cidade onde rei David pode ter se refugiado

Descoberta de um assentamento sobre outro filisteu de mais de 3.000 anos no sul de Israel faz arqueólogos acreditarem que ali poderia ser cidade bíblica


bookmark_borderPOLITICA INTERNACIONAL date_range08 Jul 2019 - 13h27 personEFE

A descoberta de um assentamento dos tempos do rei David sobre outro filisteu de mais de 3.000 anos no sul de Israel faz investigadores israelenses acreditarem que ali poderia ter se situado a cidade bíblica de Ziclague, onde, segundo o Antigo Testamento, o monarca teria se refugiado.



Localizada na jazida de Khirbet al Rai, os arqueólogos desenterraram evidências da existência dos filisteus e israelitas e consideram que estão sobre uma geografia na qual o relato bíblico narra o refúgio de David sob o amparo do monarca filisteu Aquis, quando escapava do primeiro rei israelita Saul.



 


O professor Yosef Garfinkel, da Universidade Hebraica de Jerusalém, e o investigador da Autoridade de Antiguidades de Israel, Saar Ganor - junto com uma equipe da Universidade de Macquarie de Sydney -, estudaram esta localização como uma das 12 possíveis para Ziclague.







Na jazida encontraram alguidares e um lâmpada de azeite, como oferendas colocadas debaixo dos edifícios para trazer bons augúrios na construção, além de ferramentas de pedra e metal datadas entre os séculos XII e XI a.C., similares às descobertas em escavações como Asdode, Ascalão, Ecrom e Gate, localidades filisteias.



Sobre estes destroços, os pesquisadores localizaram um assentamento rural da época do rei David (princípios do X a.C.) que foi destruído por um incêndio e no qual recuperaram recipientes similares aos desenterrados na cidade de Khirbet Qeiyafa (identificada com a cidade bíblica de Shaaraim).



Os jarros e alguidares estavam decorados com o estilo conhecido como "escorregão vermelho e polidos à mão", típico do período do reinado de David, além de tarros médios e longos utilizados para armazenar azeite e vinho.



Garfinkel e Ganor realizaram um estudo arqueológico para criar um mapa do início do reinado de David, onde Ziclague e Shaaraim estariam situados na frente ocidental, ambas no alto de colinas com vistas para a terra filisteia e da Judéia.



"Khirbet Qeiyafa (Shaaraim) no Vale Elah, se encontra em frente à filisteia Gate, e Khirbet al Rai (Ziclague) se encontra em frente a Ascalão. Esta descrição geográfica se reflete no lamento do rei David pela morte do rei Saul e (seu filho) Yonatan na sua batalha contra os filisteus", argumentam.



"Não diga em Gate, não publique nas ruas de Ascalão", afirmam os textos sagrados sobre as palavras de David.



Segundo a narrativa bíblica, David esteve refugiado em Ziclague antes de ser proclamado rei em Hebrom, após a morte do monarca Saul e o seu filho Yonatan.