Internacional

Autoridades alemãs querem impedir compra de igreja do século 19 pela Universal, de Edir Macedo

Segundo a agência de notícias Deutsche Welle, o valor negociado deve facilmente passar de R$ 4,5 milhões


bookmark_borderPOLITICA INTERNACIONAL date_range10 Set 2019 - 13h53 personREVISTA FÓRUM

Autoridades de Berlim, na Alemanha, querem impedir que a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), do bispo brasileiro Edir Macedo, compre uma igreja neogótica erguida no século 19 na praça Leopold, no bairro de Wedding, que reúne uma alta concentração de imigrantes.



 



Segundo informações divulgadas nesta terça-feira (10) pela agência de notícias Deutsche Welle, o local é alugado pela igreja de Edir Macedo desde 2016, que agora deseja comprar a sede.



“A presença da Universal não enriquece nosso distrito e nem a região”, afirmou o subprefeito do Mitte, Stephan von Dassel, do Partido Verde, que ressalta que o histórico da Universal e seus métodos são incompatíveis com a região.



Segundo ele, a igreja arrecada doações entre seus fiéis com base em falsas promessas de que ao entregar o dinheiro todo os problemas serão resolvidos. Ele ainda critica a falta de transparência sobre a destinação do dinheiro arrecadado.



Segundo a Deutsche Welle, o braço alemão da Universal está presente em 11 cidades da Alemanha, incluindo Frankfurt, Hamburgo, Colônia e Munique. Sua base de fiéis é formada principalmente por imigrantes brasileiros e africanos falantes do português, mas também alguns alemães e latinos.



 



Sua sede nacional fica em Berlim, na Nova Igreja Nazareth – justamente o imóvel que é alvo da disputa, que foi alugado pela IURD há três anos.



Segundo o pastor Ulices Vidal, a transação é necessária para dar continuidade em melhores condições ao trabalho espiritual e social que a Universal afirma promover.





“Estamos para ficar e as pessoas que nos visitam – seja no inverno quando o frio é muito ou no resto do ano – precisam de condições condignas. Nesse aspeto não somos uma igreja diferente de outras”, afirmou.



R$ 4,5 milhões

Durante anos, o templo foi utilizado pela Comunidade de Deus, até a transferência da sede para outra região. Depois disso, segundo o presidente do grupo religioso, Marc Brenner, houve uma tentativa de encontrar junto com a cidade um destino para o prédio. Segundo ele, as conversas fracassaram, e há três anos o grupo decidiu alugar o imóvel para a Universal.



Brenner afirmou que a igreja está à venda há anos e que ficou surpreso com a atual reação das autoridades, que ameaçam entrar na Justiça para impedir a transação. “Não conseguimos esconder nossa decepção sobre o desenvolvimento da situação nos últimos anos e nos últimos meses”, ressaltou.





Nem a Comunidade de Deus da Alemanha e nem a Universal quiserem informar o valor do negócio. Mas considerando a explosão atual nos preços dos imóveis da cidade, onde apartamentos de 70 metros quadrados na região da Nova Igreja Nazareth são vendidos por cerca de 350 mil euros (mais de 1,5 milhão de reais), o valor negociado deve facilmente passar de 1 milhão de euros – ou R$ 4,5 milhões.