QUENOTICIAS E REGIÕES

CPI da Energisa retorna através de videoconferência e relatório final caminha para exclusão da empresa em Rondônia

A apuração dos abusos contra os consumidores foi paralisada em razão do novo Coronavírus


bookmark_borderARIQUEMES POLITICA date_range08 Jul 2020 - 15h25 personDECOM/ALE

O presidente da CPI da Energisa, deputado Alex Redano, anunciou a retomada dos trabalhos da CPI da Energisa através de videoconferência. A apuração dos abusos contra os consumidores foi paralisada em razão das medidas sociais de distanciamento adotadas pelas autoridades sanitárias após a pandemia do novo Coronavírus. As últimas três audiências programadas serão realizadas através de sistema remoto utilizando freqüência de internet e a Assembleia Legislativa estuda criar mecanismo para permitir a participação popular.



 


Desde o início da CPI, várias audiências foram realizadas para colher testemunhos de irregularidades cometidas contra a população, desde a retirada de medidores sem autorização, aumento abusivo das contas, cortes aos fins de semana e em residências onde residem doentes e idosos. No decorrer das oitivas, a Assembleia Legislativa garantiu a aprovação de leis específicas para coibir esses abusos, como o fim dos cortes aos fins de semana, aviso prévio de 15 dias para os eventuais desligamentos, imagem do medidor para evitar fraudes, entre outras medidas.



Com o avanço à fase final da investigação, o deputado Alex Redano acredita que o relatório indicará a exclusão da Energisa de Rondônia, exigindo ao Governo Federal a cassação dos serviços da empresa. As três últimas audiências ouvirão os deputados federais e senadores; os diretores da ANEEL; e, por fim, a oitiva dos diretores da Energisa.