Religião

Católicos de extrema direita criam campanha “igreja sem partido” para atacar bispo e o PT


bookmark_borderRELIGIÃO E FÉ date_range11 Out 2019 - 07h38 personDCM

Do UOL:



Um grupo de católicos de Londrina (PR) organizou-se para reivindicar uma “Igreja sem partido”. Insatisfeitos com o arcebispo da cidade, dom Geremias Steinmetz, eles criaram uma campanha e instalaram outdoors com um pedido enfático: “Tirem o PT do altar”.



As placas foram pagas com dinheiro arrecadado pelos próprios fiéis, que integram o chamado Movimento Brasil Católico. O grupo também distribuiu cerca de 6.000 adesivos e recolheu cerca de 3.000 assinaturas de frequentadores de paróquias londrinenses para pedir providências a respeito de atitudes do arcebispo Geremias e até mesmo sua substituição.



“Igreja não é palanque nem lugar para discussão de ideologias”, disse ao UOL o aposentado José Aparecido Ronchi, 66, um dos líderes do grupo de insatisfeitos.




 



Para ele, dom Geremias tem apoiado aqueles que defendem “causas comunistas” e a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a quem ele chama de “prisioneiro de Curitiba”.