Política

Coletivo celebra Dia da Mulher Negra com lives e eventos no Sul do ES; confira


bookmark_borderBRASIL POLITICA date_range21 Jul 2020 - 10h52 personPor Rafaela Thompson

O Coletivo de Fortalecimento e Empoderamento da População Negra do Sul do Espírito Santo, fundado em 2014, por Luciana Ciryaco Souza, conhecida como Baiana, e amigos, veem desenvolvendo atividades sociais e culturais na Região Sul, sobretudo nos municípios onde funcionam os núcleos coletivianos, sendo eles, Guarapari, Piúma, Itapemirim, Marataízes, Presidente Kennedy, Alegre e Cachoeiro de Itapemirim.



 



Rodas de conversas, palestras, intervenções culturais, seminários, encontros e formações.

Com uma equipe composta por mestres de saberes, de trancistas, artesãos, educadores, cantores, psicólogos, advogados, poetas, entre outros, mulheres, jovens, lgbt, idosos, evangélicos, católicos, candomblecista e adeístas, um espaço onde se respeita e luta pelo ser humano e seus direitos.



Como esse ano foi necessário se reinventar no mês de Julho, consagrado o “Julho das Pretas”, nossa agenda online, está quentinha com lives e Webnarios de a à z, com mulheres potentes que são ativistas e constroem reflexões de empoderamento, afinal “juntas somos mais fortes”.



O coletivo convida a todos, para acompanhar nossa agenda e participar das lives pelo Instagram do @coletivo.fepnes2019.



Entre nossas principais metas, estão políticas públicas, direitos, justiça social e igualdade, nenhum direitos a menos e como disse a diva ativista Ângela Davis, “Quando uma mulher negra se movimenta, toda a estrutura da sociedade se movimenta com ela”.



*25 de Julho, dia estadual da Mulher Negra no ES;

Dia Nacional de Tereza de Benguela e Mulher Negra no Brasil;

Dia Internacional da Mulher Negra, Latino Americana e Caribenha, no mundo.