Esporte

Com Grêmio na Libertadores, SBT impõe rara derrota à Globo em Porto Alegre.


bookmark_borderQUENOTICIASESPORTE date_range17 Set 2020 - 05h08 personGabriel Vaquer Colaboração para o UOL, em Aracaju

Com a derrota do Grêmio contra a Universidad Católica pela estreia da Libertadores da América no SBT nesta noite de quarta-feira (16) por 2 a 0, o canal de Silvio Santos fez história em Porto Alegre. A emissora venceu de ponta a ponta a RBS, afiliada da Globo no Rio Grande do Sul, durante a exibição da partida entre 21h24 e 23h35. No horário, a RBS exibiu o jogo entre Corinthians x Bahia, pelo Campeonato Brasileiro.



Segundo dados prévios de audiência da capital gaúcha, o jogo narrado por Luiz Alano, com comentários de Glauco Pasa e Mauro Galvão no SBT marcou 19 pontos de média com 23 pontos de pico na capital gaúcha.



No mesmo horário, a Globo fechou com 12 pontos. Já no primeiro tempo, a Globo teve uma grande queda após o fim da novela "Fina Estampa". Com Corinthians, caiu de 17 para 12 pontos em minutos, e terminou a primeira etapa com apenas 9 pontos de audiência.



No segundo tempo, a goleada foi ainda maior. O jogo manteve os 18 pontos de audiência, contra 7 da Globo e da Record, que exibia o reality show "A Fazenda", na Record, a única opção para quem não queria assistir o futebol. Em alguns momentos, inclusive, o programa de Marcos Mion venceu a Globo, que chegou a ficar em terceiro lugar com números abaixo de 6 pontos de Ibope. A vitória se torna ainda mais imponente por que o SBT raramente venceu a Globo em Porto Alegre em sua história, apesar de ter uma programação local ativa.



Os números empolgaram a emissora em Porto Alegre, mesmo que fossem esperados já que a concorrência fosse mais leve. A expectativa maior é para o clássico entre Grêmio e Internacional exclusivo, que passará na próxima quarta-feira (23), a partir das 21h30. Caso perca para o Inter, o Grêmio fica em uma situação muito difícil para se classificar para o mata-mata.



A transmissão do SBT foi gerada de São Paulo para o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Maranhão e o interior do Paraná. O comando da transmissão foi da jornalista Solange Boulos, além da narração de Luiz Alano e comentários de Glauco Pasa e Mauro Galvão.



Se em Porto Alegre o índice foi histórico, em São Paulo, os números decepcionaram. Com Bolivar x Palmeiras, o SBT ficou em terceiro e marcou 10 pontos de média com picos de 12. A Globo fechou com 24 e a Record obteve 11. Em Salvador, Corinthians x Bahia massacrou o Palmeiras: 22 pontos de média, contra 2 do SBT e 9 da Record. No Rio de Janeiro, o Bolivar x Palmeiras marcou 4 pontos contra 21 da Globo, que mostrou Fluminense x Atlético-GO pela Copa do Brasil, e 10 da Record. Em Brasília, o Palmeiras alcançou 7 pontos, contra 8 da Record e 15 da Globo. Por fim, em Belo Horizonte, o SBT ficou com 6 pontos contra 12 da Globo e 10,5 da Record.