Economia

Controladoria Geral da União aponta 848 servidores públicos de Cachoeiro recebendo auxílio emergencial de forma irregular


bookmark_borderBRASIL ECONOMIA date_range11 Set 2020 - 11h26 personPor Rafaela Thompson

Foto: Márcia Leal



Um levantamento de dados da Controladoria Geral da União (CGU) apontou que 848 servidores – ativos, inativos e pensionistas – da Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim estão recebendo de forma irregular o auxilio emergencial.



 



Esses servidores podem responder por crimes, como falsidade ideológica, já que, provavelmente, usaram informações mentirosas para receber o benefício, e também, por estelionato.







 


Os órgãos responsáveis pela apuração destes casos, a Prefeitura, e o Ministério da Cidadania já foram comunicados.



O que diz a Prefeitura



De acordo com o Executivo, a CGU orientou que a prefeitura notifique cada um dos servidores listados como beneficiário do auxílio, e informe o recebimento indevido para que cada um devolva ao Governo Federal o valor já angariado de forma espontânea. A Prefeitura de Cachoeiro informa que não haverá desconto no salário.