Política

Dallagnol vira alvo da corregedoria por fundação de R$ 2,5 bi com dinheiro da Petrobras


bookmark_borderBRASIL POLÍTICA date_range14 Mar 2019 - 06h03 personDCM

A coluna de Mônica Bergamo, publicada na Folha, informa que a corregedoria da PGR abriu um procedimento para analisar os atos praticados por procuradores da Lava Jato que tentaram criar um fundo de R$ 2,5 bilhões de multas pagas pela Petrobras.



O procedimento deve investigar, entre outros, o procurador Deltan Dallagnol, uma das maiores lideranças da Lava Jato. A PGR diz que todos os procedimentos da corregedoria são sigilosos e que não é possível confirmar quando a averiguação foi aberta.