Internacional

Deputados aprovam lei para taxar grandes fortunas na Argentina

O debate sobre a taxação das grandes fortunas durou cerca de 13 horas na Câmara.


bookmark_borderPOLITICA INTERNACIONACIONAL date_range19 Nov 2020 - 09h48 personREDAÇÃO RENOVA MÍDIA

A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou, nesta quarta-feira (18), um projeto de lei que cria um imposto “extraordinário” para as pessoas que possuam um patrimônio superior a 200 milhões de pesos – cerca de US$ 2,35 milhões ou R$ 12,5 milhões



O texto final, que foi aprovado por 133 a 115 votos, agora segue para discussão no Senado.  



A meta do governo do presidente Alberto Fernández é arrecadar até US$ 3 bilhões com um imposto que varia de 2% a 3,5%



 Ao todo, seriam afetados entre 9 mil 12 mil pessoas na Argentina.  



A oposição é contrária ao projeto por considerar que ele “afugentará” investimentos da Argentina e que atua como um “confisco”.  



Por outro lado, os defensores da ideia afirmam que esse novo imposto afetará apenas 0,02% da população do país.