Esporte

“Difícil imaginar o Luxemburgo se aproximar do que faz o Jorge Jesus”, opina Mauro ao comparar os times


bookmark_borderQUENOTICIASESPORTES date_range27 Jun 2020 - 08h13 personCOLUNA DO FLAMENGO

FOTO: DIVULGAÇÃO



O Flamengo é apontado, por muitos, como o principal time do futebol brasileiro. Com um futebol vistoso e envolvente, o Rubro-Negro chama a atenção pela qualidade apresentada dentro das quatro linhas. O Palmeiras é visto como o principal concorrente da equipe rubro-negra na disputa dos títulos, mas o jornalista Mauro Cezar Pereira, durante o podcast Posse de Bola #38, do Uol Esporte, disse ser difícil acreditar que o Alviverde irá conseguir atuar próximo do que apresenta o Mais Querido.



— Eu acho que pelo que apresentou até agora no Palmeiras, é muito difícil imaginar que o técnico Luxemburgo vai conseguir se aproximar daquilo que o Jesus já fez no Flamengo e ameaça fazer mais. Muito difícil, o futebol está parado, não está treinando, frase de efeito aqui, outra ali, ele ainda consegue soltar umas dessas aí –, afirmou Mauro Cezar, antes de prosseguir:



— Mas o negócio é dentro do campo e, dentro do campo, vamos lembrar o que estava fazendo o Palmeiras, o que fez de especial o Palmeiras esse ano? Qual foi a grande atuação? Qual foi o jogo de imposição diante do adversário mais forte? Até contra o Tigre , na Libertadores , fez 1 a 0 e recuou. O Tigre, um time limitadíssimo, começou a dar pressão e criar situação, perdeu porque é um time fraco, e o Palmeiras ganhou porque tem jogadores melhores -, completou o jornalista.



Vanderlei Luxemburgo revelou recentemente que o Palmeiras vai atuar sem um “camisa 10“, ou seja, sem um meia-armador.A intenção do treinador é atuar com quatro atacantes, colocando o ponta Dudu na construção das jogadas. Já o Flamengo atua com Everton Ribeiro e Giorgian de Arrascaeta alternando como o “10” da equipe rubro-negra. Mauro Cezar comentou sobre a intenção do comandante alviverde.



 A grande sacada foi tentar colocar o Dudu como armador, o que não é, o que, inclusive, afasta o Dudu da área adversária. O Dudu é o jogador mais letal do Palmeiras, um dos mais decisivos do futebol brasileiro, com serviços prestados de forma incontestável até. Aí, você pega esse cara e transforma num armador. Eu acho que não foi uma boa ideia, não funcionou -, disse Mauro, que concluiu:



— Talvez por isso, ele agora fale ‘não vai ter um camisa 10’. Não precisa ter um camisa 10, tem que ter uma máquina que funcione, vai conseguir montar? Vai conseguir fazer esse time andar? Essa é que é a grande questão.



O Flamengo volta a campo no quarta-feira (01), para enfrentar o Boavista. O embate será disputado no Maracanã, mas ainda não tem horário definido. O confronto é válido pela quinta e última rodada da fase de grupos da Taça Rio. O Rubro-Negro já está classificado para a semifinal do turno.