Internacional

Dinamarca pode abrir caminho para vacinação obrigatória

A vacina contra coronavírus está gerando ideias autoritárias em políticos mundo agora.


bookmark_borderPOLITICA INTERNACIONACIONAL date_range18 Nov 2020 - 09h41 personREDAÇÃO RENOVA MÍDIA

Caso uma política de vacinação obrigatória fosse aplicada no Brasil, como seria?  



Essa discussão está acontecendo, agora, na Dinamarca. O país europeu procura substituir suas leis de emergência por uma nova “lei de epidemia”.  





A legislação proposta — que se tornaria uma medida permanente, em vez de temporária — poderia obrigar certas pessoas a receber a vacina e permitir que a polícia usasse a força se necessário para administrá-la. 



Os elementos mais controversos da legislação pró-vacina na Dinamarca incluem:  




  • forçar as pessoas a serem “examinadas clinicamente, hospitalizadas, tratadas e colocadas em isolamento”;  

  • conceder à Autoridade de Saúde dinamarquesa o poder de “definir grupos de pessoas que devem ser vacinadas para conter e eliminar uma doença perigosa”; 

  • coagir as pessoas que se recusam a receber a vacina em certas circunstâncias “por meio de detenção física, com a polícia autorizada a ajudar”. 



As informações mais detalhadas sobre a proposta de legislação foram divulgadas pelo jornal The Local Denmark



Como esperado, a legislação enfrentou grande resistência. Protestos foram registrados nos últimos dias em vários locais do país da Europa. Grupos empresariais também argumentam que a legislação vai longe demais.  





O debate que está sendo realizado na Dinamarca é um lembrete para outros países de que alguns políticos parecem estar determinados a ignorar as liberdades individuais dos cidadãos utilizando a pandemia de coronavírus como justificativa.