Esporte

Em Cuiabá, seleção masculina vence a Bulgária pela Liga das Nações


bookmark_borderQUE NOTÍCIAS ESPORTES date_range22 Jun 2019 - 08h37 personESTADÃO CONTEÚDO

A seleção brasileira masculina de vôlei largou com vitória na quarta semana da Liga da Nações. Na noite desta sexta-feira, a equipe dirigida pelo técnico Renan Dal Zotto derrotou a Bulgária por 3 sets a 1, com parciais de 25/20, 21/25, 25/19 e 25/14, em Cuiabá.



O nono triunfo em dez duelos deixou a seleção com 25 pontos, na vice-liderança da Liga das Nações, atrás apenas do Irã, que também só perdeu uma vez, mas está com 27 pontos. Os cinco primeiros colocados se classificam às finais do torneio, que serão disputadas em Chicago, o que assegura os Estados Unidos como sexto participante da etapa decisiva.



Esta foi a primeira partida da seleção em casa na Liga das Nações e também a estreia de Leal, cubano naturalizado brasileiro, em solo nacional pela equipe. Além disso, os búlgaros serão um dos adversário do Brasil no Torneio Pré-Olímpico, marcado para agosto – os outros vão ser Egito e Porto Rico.



Nesta sexta, Renan escalou o Brasil com Bruninho, Wallace, Isac, Lucão, Leal e Lucarelli. O treinador também utilizou os líberos Thales e Maique e ainda acionou Maurício Borges, Maurício Souza, Cachopa, Alan, Douglas Souza e Flávio. Leal marcou 15 pontos para o Brasil, dois a mais do que Lucarelli e um a mais do que Sokolov, destaqu da Bulgária na partida.



Mesmo realizado no período da noite, o duelo foi disputado sob calor. A Bulgária até largou na frente, fazendo 8/6 no set inicial, mas logo o Brasil assumiu a dianteira do placar e o fechou em 25/20 em um ataque de Lucarelli.



No segundo set, a Bulgária também começou melhor, fazendo 5/2. Dessa vez, porém, não houve reação brasileira, tanto que os europeus chegaram a abrir 13/8. E garantiram o triunfo por 25/21 em um bloqueio de Gotsev.



O triunfo búlgaro provocou reação imediata do Brasil, que dominou o terceiro set desde o começo e o fechou em 25/19 sem correr riscos. A quarta parcial foi ainda mais fácil, com a seleção se impondo desde os pontos iniciais. E fechando o duelo em 25/14.



A seleção voltará a jogar em Cuiabá no sábado, quando vai encarar a Alemanha a partir das 21 horas. O horário é o mesmo do duelo contra a Rússia no domingo.