QUENOTICIAS E REGIÕES

Em Rondônia, ex-vereador cassado por exigir parte do salário de servidora é condenado pela Justiça a três anos e nove meses de cadeia

No entanto, a pena pena foi substituída por prestação de serviços à comunidade. Ele também terá de desembolsar dez salários mínimos. Cabe recurso


bookmark_borderARIQUEMES POLITICA date_range05 Mai 2020 - 10h57 personRONDONIADINAMICA

Porto Velho, RO — O juiz de Direito Hedy Carlos Soares, da 1ª Vara Genérica de Buritis, sentenciou o ex-vereador Ronen Alves Gomes, conhecido como Rony do Hospital (PSC), a três anos e nove meses de reclusão pelo crime de corrupção passiva.



O edil defenestrado por seus pares da Câmara de Buritis, no Vale do Jamari, fora cassado em julho de 2019 em decorrência da acusação de se apropriar de parte dos vencimentos de servidores da Casa de Leis municipal.



Na decisão tomada no dia 30 de abril deste ano, embora o magistrado prolator da sentença te nha imputado a Rony do Hospital  a pena de reclusão, acabou substituindo a pena privativa de liberdade por duas restritivas de direitos.



Ou seja, em vez de ir para a cadeia, o ex-vereador terá de prestar serviços à comunidade, e isto pelo mesmo período da condenação, ou seja, por três anos e nove meses, e ainda desembolsar dez salários mínimos.



Cabe recurso.





Ronen Alves Gomes, o Rony do Hospital, terá de prestar serviços à comunidade / Divulgação