Política

Em desabafo com auxiliares, Mandetta falou em usar 'trezoitão' contra filhos de Bolsonaro, relata livro

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta teria desabafado com auxiliares que se pudesse utilizaria uma arma contra os filhos de Jair Bolsonaro. “Minha vontade é pegar um trezoitão e cravar neles. Pelo menos passava a minha raiva”, teria dito Mandetta


bookmark_borderBRASIL POLITICA date_range17 Out 2020 - 09h13 personBRASIL 247

247 - Na véspera da sua exoneração do Ministério da Saúde, o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta teria feito um desabafo e afirmado a auxiliares que, se pudesse, utilizaria uma arma contra os filhos de Jair Bolsonaro. 



Segundo reportagem da coluna da jornalista Mônica Bergamo, o relato foi feito por Hugo Braga, diretor de Comunicação da pasta na gestão de Mandetta, e consta no livro “Guerra à Saúde” (LeYa), que será lançado no dia 10 de novembro. A obra conta os bastidores da gestão do ex-ministro, incluindo o processo de fritura a que ele foi submetido.  



“O presidente é bom, é bem-intencionado. O problema é aqueles filhos dele, que ficam o dia inteiro xingando nas redes sociais. Sorte que eu não mexo com essas coisas…”, teria desabafado Mandetta no dia 15 de abril deste ano, apenas um dia antes de ser exonerado. “Minha vontade é pegar um trezoitão e cravar neles. Pelo menos passava a minha raiva”, teria completado em seguida.



Ainda segundo a reportagem, Mandetta terá dito que não se lembra dos fatos narrados no livro escrito por Braga.