Esporte

Em noite de decisões divididas, Barboza perde e Gadelha vence no UFC em Jacksonville

Estreante no peso-pena, friburguense é derrotado pelo havaiano Dan Ige de virada, enquanto a potiguar derrota a americana Angela Hill em uma luta muito equilibrada e desafia Carla Esparza


bookmark_borderQUENOTICIASESPORTES date_range17 Mai 2020 - 06h57 personPor Combate.com — Jacksonville, EUA

Em uma noite de decisões divididas dos juízes laterais nas lutas dos brasileiros no card principal do "UFC: Overeem x Harris" realizado neste sábado em Jacksonville, o país saiu com uma derrota e uma vitória. Estreante no peso-pena, Edson Barboza foi derrotado pelo havaiano Dan Ige em uma luta muito disputada. Já no peso-palha, Cláudia Gadelha precisou superar a velocidade da americana Angela Hill para sair com a vitória.






Confira as lutas:





 




Gadelha sofre para vencer Angela Hill




 





Em uma luta equilibrada e muito movimentada, a peso-palha brasileira Cláudia Gadelha teve muita dificuldade, mas venceu a americana Angela Hill por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29 e 29-28). Gadelha começou bem a luta, mas sofreu um knockdown no segundo round e aparentou cansaço no round final, tendo de superar o melhor preparo físico da rival para vencer. Após a luta, Gadelha desafiou Carla Esparza.



Cláudia Gadelha festeja a vitória sobre Angela Hill no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images





Cláudia Gadelha festeja a vitória sobre Angela Hill no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images






A luta começou com as duas lutadoras se movimentando muito, e buscando a luta na curta distância. Gadelha variava muito os golpes, com jabs, diretos e chutes nas pernas. Hill, por sua vez, tentava tomar a iniciativa, mas abria espaços para os contragolpes. Na metade do round, a brasileira levou a americana para a grade, pressionando-a para tentar a derrubada, que aconteceu logo em seguida. Por cima no chão com a guarda passada, Gadelha mantinha Hill sob controle, e nos segundos finais acertou bons golpes.



Cláudia Gadelha acerta um direto em Angela Hill no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images





Cláudia Gadelha acerta um direto em Angela Hill no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images






A luta recomeçou no segundo round com Gadelha tomando a iniciativa do combate, principalmente com os golpes de direita. Angela Hill aproveitou uma brecha na defesa da brasileira e encaixou um direto de direita que derrubou Gadelha. A americana disse para Gadelha levantar-se, e a luta voltou novamente para a grade, mas dessa vez a americana livrou-se da posição. Aparentando estar com mais gás, Hill atacou com mais eficiência e terminou o round em vantagem.



Cláudia Gadelha e Angela Hill se golpeiam no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images





Cláudia Gadelha e Angela Hill se golpeiam no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images






No terceiro e último round, Gadelha voltou fintando a catada de pernas e disparando um direto de direita. Hill mantinha o ritmo de movimentação, e a brasileira buscava o ataque, mas parecia cansada, e seus golpes eram mais lentos que os da americana, e já não tentava levar a luta para o chão. No último minuto, Gadelha levou a luta para a grade, mas ao ver que não conseguia derrubar Hill, desferiu uma cotovelada e um soco, mas sem contundência. As duas lutadoras trocaram golpes nos últimos segudos, e ambas ergueram os braços ao fim da luta.





Dan Ige surpreende e vence Edson Barboza




 





Após 22 lutas no peso-leve, o brasileiro Edson Barboza fez sua estreia no peso-pena diante do número 15 do ranking da categoria, o havaiano Dan Ige. Com uma atuação agressiva e sem demonstrar receio de receber os famosos chutes do brasileiro, o havaiano saiu do octógono com a vitória por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29 e 29-28), chegando à quinta vitória consecutiva na divisão.



Dan Ige festeja e Edson Barboza lamenta o resultado da luta no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images





Dan Ige festeja e Edson Barboza lamenta o resultado da luta no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images






A luta começou com Ige tomando a iniciativa, golpeando a cabeça e o tronco de Barboza. O brasileiro absorveu os golpes e acertou um cruzado de esquerda que derrubou o havaiano. Barboza foi para cima no chão e ficou na guarda de Ige, mas mesmo assim conseguiu desferir bons golpes. Os dois se levantaram e o brasileiro acertou seu primeiro chute na perna esquerda de Ige. O havaiano não recuou, e recebeu mais um chute, seguido de novo cruzado de esquerda, que o abalou, mas ele devolveu uma joelhada voadora que acertou a cabeça de Barboza. Ige já tinha um corte abaixo do olho direito, e terminou o round não sendo tão agressivo quanto no início.



 Edson Barboza acerta uma cotovelada em Dan Ige no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images



Edson Barboza acerta uma cotovelada em Dan Ige no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images



No segundo round, Ige voltou novamente em ritmo acelerado, buscando a trocação franca. Barboza evitou a estratégia do havaiano e buscou atacar à distância, principalmente com chutes e, depois, joelhadas no clinche do muay thai. O havaiano sempre contra-golpeava os chutes nas pernas com sequências de diretos. Ige tentou derrubar o brasileiro, que defendeu a queda e voltou a lutar de pé. O havaiano tentou uma tática de sacrifício, puxando Barboza para cima de si no chão, mas Barboza conseguiu ser agressivo e conectar alguns golpes no chão antes do intervalo.



 Dan Ige acerta joelhada voadora em Edson Barboza no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images





Dan Ige acerta joelhada voadora em Edson Barboza no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images






Os dois lutadores mantiveram as suas estratégias no terceiro round, sendo agressivos e buscando a luta aberta. Após meio round de jabs e muita movimentação, além de tentativas de chutes de ambas as partes, Ige tentou levar Barboza para o chão, sem sucesso. O havaiano encurralou o brasileiro na grade e conseguiu uma bela derrubada. Barboza se defendia no chão, mas não conseguia se livrar da pressão do havaiano no chão. No fim da luta, os dois se cumprimentaram ajoelhados no octógono.



 Dan Ige e Edson Barboza se cumprimentam após a luta no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images



Dan Ige e Edson Barboza se cumprimentam após a luta no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images



 





Krzysztof Jotko vence Eryk Anders em luta morna




 





Em uma luta sem muita emoção e disputada praticamente da mesma forma nos três rounds, o peso-médio polonês Krzysztof Jotko venceu o americano Erik Anders por decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28 e 29-28).



Krzysztof Jotko acerta um golpe em Erik Anders no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images





Krzysztof Jotko acerta um golpe em Erik Anders no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images






O primeiro round foi muito equilibrado, com Anders buscando constantemente a luta junto à grade para tentar a derrubada, e Jotko evitando a curta distância e tentando obter espaço para a trocação. No minuto final, no entanto, o polonês tentou derrubar o americano, que evitou por pouco ficar por baixo no chão e tentou aplicar alguns golpes antes do intervalo. Anders voltou para o segundo round buscando a trocação no segundo golpe, mas de forma desordenada, o que facilitou a defesa de Jotko. O americano sentiu o cansaço na metade do round e diminuiu o ritmo, mas o polonês não tirou proveito disso. A luta se manteve na grade, sem muita emoção. O terceiro round foi uma repetição do segundo, com os lutadores ainda mais cansados.





 




Song Yadong vence Marlon Vera em luta parelha




 





Na abertura do card principal, os pesos-penas Marlon Vera e Song Yadong fizeram uma luta muito equilibrada e técnica durante três rounds. No fim, a decisão dos juízes laterais pendeu para o lado do chinês, que venceu por unanimidade (triplo 29-28). Vera deixou o octógono inconformado com o resultado da luta e recusou-se a cumprimentar Yadong. O chinês manteve sua invencibilidade no UFC, venceu sua quinta luta em seis aparições no evento (teve ainda um empate).



Song Yadong conecta um golpe em Marlon Vera no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images





Song Yadong conecta um golpe em Marlon Vera no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images






O primeiro round começou com os dois atletas atuando de forma cautelosa, arriscando muito pouco. Vera chutava, mas não se aproximava muito de Yadong, que mostrava ter uma base sólida e muita velocidade. Com a luta na grade no fim do round, os dois lutadores trocaram cotoveladas e socos curtos que tiveram precisão, mas pouca contundência. O panorama não se alterou no início do segundo round, mas o chinês mostrava mais precisão nos socos, que aos poucos iam minando a resistência do equatoriano. No último minuto do round, Vera e Yadong trocaram socos e cotoveladas de forma franca na grade, e o equatoriano levou uma pequena vantagem nos segundos finais.





No terceiro e último round, Vera começou aplicando uma boa joelhada e, junto à grade, surpreendeu Yadong e conseguiu uma derrubada, caindo por cima no chão. O chinês conseguiu se levantar usando a grade e voltou a lutar de pé. O combate se mantinha muito equilibrado, e Vera mostrava ter mais recursos técnicos na trocação, enquanto o chinês exibia mais força física. No último minuto, o equatoriano conseguiu mais uma derrubada, mas não conteve Yadong no chão. O chinês ergueu-se, mas foi novamente derrubado. Vera tentou usar o seu jiu-jítsu, mas Yadong mais uma vez levantou-se. No fim, Vera tentou um chute acrobático, mas não teve sucesso.



Marlon Vera protesta contra a vitória de Song Yadong no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images





Marlon Vera protesta contra a vitória de Song Yadong no UFC: Overeem x Harris — Foto: Getty Images






Confira os resultados do evento:





CARD PRINCIPAL

Alistair Overeem venceu Walt Harris por nocaute técnico aos 3m do R2

Cláudia Gadelha venceu Angela Hill por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

Dan Ige venceu Edson Barboza por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

Krzysztof Jotko venceu Erik Anders por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28)

Song Yadong venceu Marlon Vera por decisão unânime (triplo 29-28)

CARD PRELIMINAR

Miguel Baeza venceu Matt Brown por nocaute aos 18s do R2

Kevin Holland venceu Anthony Hernandez por nocaute técnico aos 39s do R1

Giga Chikadze venceu Irwin Rivera por decisão unânime (30-26, 30-27 e 30-27)

Nate Landwehr venceu Darren Elkins por decisão unânime (29-28, 30-27 e 30-27)

Cortney Casey venceu Mara Romero Borella por finalização aos 3m36 do R1

Rodrigo Zé Colmeia venceu Don'Tale Mayes por finalização aos 2m05s do R2