Internacional

Espanha investiga quem esperava a cocaína apreendida com sargento da FAB na Espanha


bookmark_borderPOLITICA INTERNACIONAL date_range07 Set 2019 - 07h33 personDCM

Do Diario de Sevilla:



Manoel Silva Rodrigues, o sargento brasileiro detido com 39 quilos de cocaína no aeroporto de Sevilha em junho passado, permanecerá na prisão por ordem do tribunal de instrução.



O militar solicitou liberdade alegando que havia medidas menos pesadas para sua situação pessoal.




 



Silva Rodrigues estava viajando em um avião da comitiva do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, que estava indo para uma cúpula do G20 em Osaka (Japão). Em 25 de junho, fez uma escala em Sevilha e o militar foi preso quando uma mala contendo 37 tabletes de cocaína passou pelo scanner da Guarda Civil.



A análise subsequente mostrou 39 quilos de cocaína de alta pureza e um valor de mercado ilícito de 1,3 milhão de euros.



O juiz, com apoio do Ministério Público Antidrogas, decretou que o suspeito permaneça na prisão provisória sem fiança.



Fontes do caso indicam que o tribunal investiga se Sevilha era o destino final da droga. (…)