Política

FLÁVIO BOLSONARO E QUEIROZ DEVEM EXPLICAÇÕES AO MP, DIZ O GLOBO EM EDITORIAL


bookmark_borderBRASIL POLÍTICA date_range15 Mai 2019 - 09h08 personCLICK POLÍTICA

Em seu editorial desta quinta-feira (15), o jornal O Globo voltou à carga sobre “a nebulosa história do trânsito de dinheiro de origem mal explicada pelas contas bancárias do ainda deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL), hoje senador pelo Rio de Janeiro, e de seu braço direito e também próximo à família do presidente Jair Bolsonaro, Fabrício Queiroz”.



Para o jornal da família Marinho, a quebra do sigilo bancário de ambos “ampliou as chances de se saber a origem certa do R$ 1,2 milhão que transitou pela conta de Queiroz entre 2016 e 2017, bem como das cifras também elevadas depositadas em favor de Flávio, provenientes,segundo ele, de negócios imobiliários fora do padrão”.



Ainda segundo o texto do editorial, tudo aponta para a prática de uma “rachadinha” administrada por Queiroz, que é quando os funcionários do gabinete devolvem parte dos salários para permanecerem empregados. “Golpe clássico aplicado pelo baixo clero parlamentar”, ressalta o editorial.



Ainda conforme o editorial, as explicações dadas até o momento não convenceram e “sequer o senador convence ao reclamar que teve o sigilo bancário quebrado ilegalmente. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) já decidiu que relatórios do Coaf não podem ser são considerados invasão de privacidade financeira”, destaca.