Política

Fim de horário de verão indica aproximação de Bolsonaro com bancada evangélica


bookmark_borderBRASIL POLÍTICA date_range15 Abr 2019 - 07h52 personDCM

Do Metrópoles:



Queridinho por uns e detestado por outros, o horário de verão chegará ao fim ainda este ano. O projeto que encerra o horário diferenciado foi apresentado no fim de março pelo deputado federal João Campos (PRB-GO) ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), que aceitou a proposta do parlamentar. Desde então, com o enfraquecimento do líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), Campos vem sendo cotado como possível substituto.



Com as ameaças públicas lançadas pelos parlamentares de parar de apoiar o governo, Bolsonaro viu na possibilidade uma forma de fazer um aceno ao grupo, no qual Campos tem bastante influência. Paralelamente, fez um esforço em dar tom técnico para a medida.



De acordo com João Campos, é necessário acabar com o horário devido aos “problemas de saúde”, “transtornos” e “desconfortos” que pode causar à população. Para ele, os brasileiros se incomodam com o decreto por fazê-los acordar mais cedo e conviver com a “sonolência, a fadiga e a irritabilidade por quatro meses”.




 



(…)