Esporte

Globo humilha Sidão, goleiro que se envolveu com drogas e depressão

Vergonhosa a entrega do prêmio de Craque do Jogo a Sidão. A Globo oficializou a humilhação de internautas ao goleiro vascaíno. Absurdo


bookmark_borderQUE NOTÍCIAS ESPORTES date_range13 Mai 2019 - 08h11 personCOSME RÍMOLI Do R7

São Paulo, Brasil



Os executivos que cuidam do esporte da TV Globo estão em péssima fase em 2019.



Primeiro decidem apostar que a cúpula do Palmeiras cederia. Mesmo decacampeão do país, dono do elenco mais caro da América do Sul, com patrocinadores bilionários, arena moderna particular melhor localizada do país, contas em dia, patrimônio bilionário e mais de 18 milhões de torcedores, a diretoria se renderia às imposições da emissora carioca.



 



Renovaria contrato para a transmissão do Campeonato Brasileiro recebendo muito menos do que o Corinthians e Flamengo. E seguiria tendo menos partidas mostradas que corintianos e são paulinos.



Leia também: Vasco alertou Globo sobre covardia de entregar troféu de craque a Sidão



E ainda multa de 20% de punição na cota da tevê aberta por ter assinado contrato com a Turner pela transmissão a cabo.



Resultado constrangedor.



O Palmeiras é o líder do Brasileiro, já se foram quatro rodadas, e apesar de a Globo ter recuado em relação à multa e diminuído a diferença financeira para o Corinthians, a emissora carioca segue sem poder mostrar os jogos do clube de Mauricio Galiotte.



Veja mais: Sidão detona Globo por humilhação com troféu de craque em derrota



Pior, assim como o Procon de São Paulo, o de Minas Gerais, já avisou as operadoras que vendem os pacotes de jogos pelo pay-per-view terão de dar descontos, não podem cobrar o mesmo de 2018 por não mostrar pelo Premiere as partidas do Palmeiras e também do Athletico Paranaense.



A esmagadora maioria dos assinantes que tem reclamado da falta de desconto, cancelado a assinatura e até ameaçado processar as operadoras é de palmeirenses.



Diante da possibilidade de prejuízo de R$ 100 milhões, a Globo tomou uma providência. Decidiu que os jogos da Copa do Brasil passem a ser mostrados também pelo Premiere. 




Palmeiras, líder do Brasileiro. E a Globo não consegue mostrar seus jogos




Palmeiras, líder do Brasileiro. E a Globo não consegue mostrar seus jogos


Palmeiras



Nítida tentativa de compensação.



Veja mais: Jogadores do Palmeiras repudiam humilhação de Sidão pela Globo



Afinal, haverá mais jogos para o assinante.



A emissora pretende assim disfarçar a lacuna deixada pelo Palmeiras e Athletico. E travar os assinantes que estão se voltando contra as operadoras.



A previsão era que, se a situação perdurasse, a Globo perderia R$ 100 milhões, no mínimo, em um negócio que rende R$ 1,8 bilhão por ano.



Não bastasse a falta de habilidade para negociar com o Palmeiras, a emissora carioca buscando forçar a interatividade com o telespectador, para que não abandone as transmissões de futebol pela tevê aberta, mexeu em um vespeiro.



Executivos mostraram visão deturpada do mundo atual, da Internet. A maioria dos internautas não aceita ser manipulada, servir de mera claque, plateia que aplaude ou vaia, de acordo com o interesse da tevê.



Por isso o constrangedor fracasso do prêmio Craque do Jogo. A emissora carioca abriu para os internautas escolherem o atleta que se destacasse na partida que a emissora transmite. Um troféu de acrílico foi criado para ser entregue ao vivo após os jogos.



Já houve vexame inesquecível na partida da Seleção Brasileira e fraquíssimo time da República Tcheca, amistoso insignificante aceito pela CBF. Na vitória por 3 a 1, a escolha pela Internet foi para ridicularizar o prêmio. O escolhido, disparado, foi o tcheco Ondrej Kudela. 



Galvão Bueno percebeu que os internautas ironizaram e o forçaram a destacar o atleta com sobrenome problemático para quem é brasileiro. 



Mas foi obrigado a anunciar o 'vencedor'. Só não houve a entrega do troféu para não ficar ainda mais ridículo.



Só que ontem foi a gota d'água.




Prêmio Craque do Jogo já deixou Galvão Bueno constrangido em jogo do Brasil




Prêmio Craque do Jogo já deixou Galvão Bueno constrangido em jogo do Brasil


Reprodução/Globo



Sidão, goleiro do Vasco, teve uma das piores atuações da carreira. 'Deu' o primeiro gol santista. Errou em saídas do gol, reposições, rebateu bolas fáceis. Foi péssimo, principalmente no primeiro tempo.



O Santos de Jorge Sampaoli perdeu gols incríveis. Venceu por 3 a 0, mas poderia ter sido 6 a 0, 7 a 0, 8 a 0. Tamanha a superioridade e fraca atuação de Sidão.



 


Os internautas não perderam a oportunidade de ironizar a votação do Craque do Jogo. E o escolhido, por 90% foi Sidão.



O vivido locutor Luís Roberto ainda tentou uma saída deplorável. Dizer que a votação foi de solidariedade. Qualquer pessoa com dois neurônios sabia que o resultado nasceu da mais profunda ironia.



Mas caberia aos executivos da Globo e cancelar a entrega do prêmio.



Muito mais do que o jogo, bastaria uma simples pesquisa para descobrir o quanto a vida de Sidão foi sofrida e o dia ontem era especial ao goleiro.



Ele usava drogas e bebidas no início da carreira e sumia. De acordo com o jogador, a sua mãe acabou abalada com suas atitudes e acabou morrendo 'de desgosto'. Sidão carrega essa culpa. Chegou a ficar com depressão pela morte da mãe.



Ela morreu em 2001, ano que foi dispensado do sub-20 do Corinthians por conta do seu comportamento fora de campo.



"Com 17 para 18 anos eu deslumbrei e comecei a ir para a noite. Gastava o dinheiro todo com bebidas e tal. Foi quando tive uma perda muito grande, que foi a morte da minha mãe. Isso me trouxe um sentimento de culpa muito grande.



Tive depressão forte. Graças a Deus não tive coragem de tirar a minha própria vida, mas pensava nisso o tempo todo. Para mim, não valeria mais a pena estar no mundo com minha mãe tendo partido", disse ao próprio site esportivo da Globo, quando jogava no São Paulo.



O domingo ontem era 'dia das mães' e os jogadores do Vasco atuaram com o nome de suas mães nas costas. Ele também.



"Foi um dos piores dias na minha carreira. Por conta da minha atuação carregando o nome da minha mãe", lamentou após a partida.



Nas suas costas estava o nome Vera Lucia.



Mais embaixo, 'amor infinito'.




Sidão com o nome da mãe que perdeu nas costas. O troféu foi uma crueldade




Sidão com o nome da mãe que perdeu nas costas. O troféu foi uma crueldade


Reprodução/Sportv



Só que antes, houve a cena mais deprimente do Campeonato Brasileiro. A direção da Globo não teve a menor consideração ao sofrido jogador, que se envolveu com drogas, bebidas, ficou depressivo a ponto de pensar em suicídio.



E o constrangeu diante de milhões de pessoas.



A repórter Juliana Guimarães só faltou pedir desculpas na hora de entregar o troféu de Craque do Jogo a Sidão.



Vergonhoso.



O goleiro sabia que teve uma das piores atuações da carreira. Embaraçado pegou a peça de acrílico e saiu sem dizer qualquer palavra.



O tiro saiu pela culatra.



Milhares de internautas detonaram a Globo por fazer o jogador passar pelo imenso constrangimento.



Era evidente que o prêmio não deveria ser entregue.



Jogadores, dirigentes, o Palmeiras publicaram mensagens nas redes sociais apoiando Sidão.



Diante da revolta que provocou, a Globo resolveu anunciar que mudará o critério do prêmio "Melhor do Jogo". Comentaristas escolherão algumas opções para os internautas votarem.



Executivos que cuidam do futebol da emissora carioca estão sem rumo.



Palmeiras e Sidão demonstraram o quanto...



Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 



Hamilton vence GP de Barcelona com a presença do amigo Neymar