Política

Ibaneis teve de ameaçar ir buscar na marra para ministério liberar respiradores escondidos

Pazuello ficou de entregar os equipamentos há mais de um mês, mas os mantinha em depósito


bookmark_borderBRASIL POLITICA date_range26 Jun 2020 - 06h52 personDIÁRIO DO PODER/CLÁUDIO HUMBERTO

Foi tarde-noite tensa nesta quinta-feira (25) no Palácio do Buriti, sede do governo do Distrito Federal. Tudo começou quando o governador Ibaneis Rocha (MDB) recebeu uma informação que o deixou indignado: 100 respiradores destinados ao tratamento de doentes de Covid-19, que deveriam ter sido entregues pelo Ministério da Saúde há um mês, estavam “guardados” ou escondidos em um depósito.



Após cobrar e aguardar em vão explicações convincentes sobre a atitude do Ministério da Saúde, Ibaneis teve de ameaçar ir buscar os respiradores “guardados” no depósito enquanto doentes de covid-19 aguardavam o equipamento.



Ibaneis ficou revoltado porque a falta dos respiradores fragilizava o planejamento para enfrentar a pandemia no Distrito Federal. Afinal, a decisão de flexibilizar atividades depende da capacidade das unidades públicas de saúde de atender um eventual aumento dois casos. Esse planejamento incluía os respiradores prometidos pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.



Porém, um mês após a data prevista para a entrega, e com os doentes expostos a risco de morte pela falta do equipamento, o governo do DF soube que os respiradores já estavam na cidade há muito tempo, mas “escondidos” em um depósito.



Esta semana, na segunda-feira (22), o governador Ibaneis Rocha elogiou o ministro interino Pazuello, durante entrevista à Rádio Bandeirantes de São Paulo. Chegou a defender sua efetivação no cargo. Na véspera, contou ao Diário do Poder que negociava com o ministro apoio para acrescentar 200 leitos de UTI às unidades públicas do DF.



Já à noite, após o ministério finalmente liberar os respiradores, Ibaneis afirmou que o relacionamento do seu governo com a equipe de Pazuello continuará marcada pelo profissionalismo e cordialidade que a caracterizam.