Política

Ideólogo da nova CPMF, Afif Domingos critica ‘manicômio do ICMS’

“O ICMS é o próprio manicômio tributário com 27 legislações que não se falam”, disse ele


bookmark_borderBRASIL POLITICA date_range17 Jul 2020 - 06h24 personDIÁRIO DO PODER

Assessor especial do ministro da Economia e um dos ideólogos da recriação da CPMF, com a invenção do ITD (Imposto sobre Transações Digitais), preferiu ontem, em declaração à coluna, atacar o caótico sistema tributário. “O ICMS é o próprio manicômio tributário com 27 legislações que não se falam”, disse ele. Afif explica que a proposta de reforma tributária do governo “vai simplificar isso, transformar cinco tributos em uma única contribuição”. O projeto está em fase final. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.



Para Afif, corrigir as disfunções atuais e trazer ganhos imediatos para a economia é o objetivo da reforma e da criação do ITD, o novo tributo.



A ideia é tornar permanente a desoneração da folha, a fim de gerar empregos e renda, criando o ITD para repor a receita de R$60 bilhões.



O governo quer mesmo é taxar o comércio eletrônico. “A economia digital é a nova economia, esse debate precisa ser feito”, diz Afif Domingos.



Em vez de criar imposto, o governo deveria reduzir privilégios como carro oficial e penduricalhos indecorosos tipo auxílio-moradia, biênio, triênio…