Internacional

Japão proíbe uso de canudos e copos plásticos em cafeterias e restaurantes

Governo também proibiu a distribuição de garrafas plásticas durante eventos oficiais. Mete prevê reduzir 25% do descarte de plástico até 2030


bookmark_borderPOLITICA INTERNACIONAL date_range11 Fev 2019 - 07h08 personISTOÉ

Há décadas o plástico é apontado como grande vilão ao meio-ambiente. São inúmeras as ações de organizações sociais, empresas e lideranças ambientais na luta para evitar a produção, consumo e descarte desenfreado de produtos a base de petróleo e outros materiais em meio a natureza.



Na última semana, a batalha ganhou um importante aliado. O Japão, o segundo maior produtor de plástico per capita no mundo, anunciou a proibição do uso de canudos e talheres de plástico no país. Segundo matéria do Japan Times, a ação será aplicada em restaurantes, lanchonetes e redes de cafeterias, além de também estar em vigor nas repartições públicas e eventos realizados pelo governo japonês.



A ação do Ministério do Meio Ambiente do país visa a redução de 25% do descarte de materiais plásticos até 2030. Além do veto ao uso de canudos e copos, as autoridades querem que as lanchonetes, restaurantes e lojas estimulem o uso de sacolas e materiais sustentáveis entre os clientes.



A ação precede a realização do encontro do G20, em Osaka, em julho. Entre outros temas, as condições ambientais e os reflexos do descarte irresponsável de materiais poluentes devem estar presentes nos debates entre as 20 principais economias do mundo.



Além dos serviços privados, o governo do Japão quer restringir o uso de plástico em reuniões e escritórios do governo. Durante as conferências, incluindo aquelas que são terceirizadas, o uso de garrafas plásticas e copos descartáveis ??será proibido e a quantidade de materiais plásticos será limitado ao número de participantes.



Enquanto a China foi o maior gerador mundial de resíduos de embalagens plásticas em 2015, o Japão foi responsável pela maior quantidade per capita, depois dos Estados Unidos, segundo dados do Programa Ambiental da ONU. Os resíduos de embalagens são responsáveis ??por cerca de metade dos resíduos plásticos gerados globalmente.