Judiciário

Justiça bloqueia bens de ex-presidente da Caerd acusada de desvio de dinheiro público


bookmark_borderBRASIL JURÍDICO date_range11 Fev 2020 - 10h19 personTudorondonia

Na denúncia que apresentou na justiça, o MP afirma que o serviço de digitalização, apesar de contratado, nunca veio a ser executado em sua totalidade, sendo que os processos digitalizados nem mesmo se sabe se correspondem de fato com os físicos existentes internamente na CAERD, em razão da falta de fiscalização na execução dos serviços, sendo que tais serviços poderiam ser realizados internamente por servidores, o que demonstrou a desnecessidade da terceirização que teria causado danos ao erário.