Judiciário

Justiça condena promotora Deborah Guerner por extorsão e absolve ex-procurador Leonardo Bandarra


bookmark_borderBRASIL JURÍDICO date_range19 Jul 2019 - 07h52 personDCM

Do G1:




A Corte Especial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) condenou, nesta quinta-feira (18), a promotora afastada Deborah Guerner e o marido dela, Jorge Guerner, pelo crime de extorsão. A dupla foi considerada culpada de tentar extorquir o ex-governador José Roberto Arruda.






O colegiado, no entanto, absolveu das acusações o ex-procurador-geral de Justiça do Distrito Federal Leonardo Bandarra, o empresário Marcelo Carvalho, o delator Durval Barbosa, e a ex-assessora de Arruda Cláudia Alves Marques.




A maioria dos integrantes do colegiado acompanhou o voto do desembargador federal Kassio Nunes Marques. Ele votou pela condenação do casal Guerner e absolvição dos outros acusados.





O casal ainda pode apresentar embargos contra a sentença. O G1 tenta contato com a defesa de Deborah e Jorge Guerner.