Internacional

Justiça do Equador ordena captura imediata de Rafael Correa

O ex-presidente do Equador, Rafael Correa, que vive na Bélgica, foi condenado a oito anos de prisão e agora está no alvo de uma ordem de captura. Correa é mais um líder da esquerda latino-americana vitimado pelo lawfare que caracteriza a estratégia golpista


bookmark_borderPOLITICA INTERNACIONACIONAL date_range24 Set 2020 - 05h48 personBRASIL 247

247 - A Justiça do Equador ordenou nesta quarta-feira (23) a captura do ex-presidente Rafael Correa. Ele foi julgado à revelia e condenado a oito anos de prisão por corrupção.



 



Vítima de lawfare, Correa, que vive na Bélgica, tem agora contra si uma ordem de captura imediata. A resolução prevê a execução imediata da decisão e inclui a desqualificação vitalícia de Correa para ocupar cargos conquistados via eleição popular, o que impede definitivamente sua participação na eleição de fevereiro de 2021.



Ele havia anunciado a entrada na disputa como candidato a vice na chapa encabeçada por Andrés Araus, pela coalizão União Nacional para a Esperança (UNES), informa a Folha de S.Paulo