Judiciário

MP DE CURITIBA LOUCO POR DINHEIRO? ISSO NÃO É PROPINA? PROCURADOR DIZ QUE NÃO VAI DESISTIR DO DINHEIRO DA PETROBRAS E QUER PASSAR POR CIMA DE DODGE


bookmark_borderBRASIL JURÍDICO date_range13 Mar 2019 - 07h08 personCLICK POLÍTICA

O procurador da República Roberson Pozzobon, integrante da Operação Lava Jato, afirmou hoje que a força-tarefa não desistiu de criar uma fundação para gerir os R$ 2,5 bilhões provenientes de um acordo fechado com a Petrobras e autoridades dos Estados Unidos. Apesar de o MPF (Ministério Público Federeal) ter anunciado a suspensão de processos para criação da instituição, Pozzobon disse que a ideia pode ser retomada caso conversas com governo e sociedade apontem que a ela é mesmo a melhor alternativa para gerir os recursos.



“Desistiu? Não. A [implantação] foi suspensa para melhores reflexões”, afirmou ele, em entrevista ao UOL, horas depois do anúncio de suspensão. “Se a fundação se mostrar a melhor solução, ótimo. Vamos aperfeiçoar a criação da fundação.”



Pozzobon disse que a Lava Jato não faz questão que a entidade saia mesmo do papel. Exige, sim, que os recursos obtidos no acordo sejam revertidos à população brasileira, e não depositados em forma de multas pagas pela Petrobras às autoridades dos Estados Unidos.



Segundo ele, não há pressa para decidir qual a melhor forma de gerir os recursos. Pozzobon explicou que os R$ 2,5 bilhões recuperados estão atualmente depositados em uma conta judicial, rendendo de acordo com a taxa Selic. Não há, portanto, depreciação do montante.



Portal Click Política- Uma pergunta que não cala: Os procuradores da Lava Jato de Curitiba querem passar por cima da PGR Raquel Dodge, que já determinou o fim da criação de uma fundação com essa finalidade, ou seja, com dinheiro da Petrobras? Esse pessoal do Paraná quer mandar no país, principalmente quando o assunto é dinheiro.