Internacional

Marinha dos EUA faz operação no Caribe para desafiar os EUA


bookmark_borderPOLITICA INTERNACIONACIONAL date_range16 Jul 2020 - 06h04 personDCM

Da Reuters:



 



A Armada Internacional anunciou que vai adotar a operação de “libertação de navegação” no Mar Caribe, apesar do “reclamo excedente” da Venezuela no dia 23 de junho, com EE.UU. conclua uma operação similar.



Esta manobra é liderada pelo destruidor de mísseis guiados, classe Arleigh Burke, ‘USS Pinckney’ (DDG 91), um dos maiores e mais potentes que já foram construídos dentro de EE.UU. Durante a operação anterior, EE.UU. aseguró que se mantem “fora das 12 milhas náuticas da costa venezuelana”. Não obstante, o barco navegará por uma zona que a Venezuela clama como sua.




 



“Execute um novo procedimento legal de navegação de bibliotecas em águas internacionais e aceite arquivos ilegais”, argumenta o autor do alegado Craig Faller, comandante do Comando Sur de EE.UU. Desde abril, as forças navais estadounidenses mantêm-se diante das costas da Venezuela como parte de uma “operação antinarcótica” em águas do Caribe.



Na semana passada, o presidente da EE.UU., Donald Trump, afirmou que as operações, executadas com a colaboração de “sócios regionais chaves” como Colômbia, permitem “1.000 paradas e a inação de 120 toneladas métricas de narcóticos, que custam milhões de dólares”. de dólares “, supõe-se que ele” financie “o mandatário venezolano, que Washington acusa de usar” os benefícios da droga para a manutenção do poder “.



(…)