Internacional

New York Times divulga vídeo que mostra avião colidindo com míssil no Irã

A região onde o vídeo foi filmado coincide com a área onde o avião ucraniano parou de transmitir sinais; queda do avião aconteceu em meio ao contra-ataque iraniano aos EUA em bases militares no Iraque


bookmark_borderPOLÍTICA INTERNACIONAL date_range09 Jan 2020 - 17h04 personREVISTA FÓRUM /Por Gabriella Sales

O jornal estadunidense The New York Times publicou um vídeo nesta quinta-feira (9) que parece mostrar o momento em que o avião ucraniano foi atingido por um míssil no Irã, na última quarta-feira (8).



 



Segundo o jornal, o vídeo mostra uma colisão entre um míssil supostamente iraniano e um avião na área de Parand, mesma região onde o avião ucraniano parou de transmitir o sinal antes de cair.





 


O Times também salientou que, embora tenha sido registrada uma pequena explosão no momento da colisão, o avião não parou de voar e foi direcionado para o aeroporto de Teerã. Nessa direção, o avião teria voado por vários minutos antes de explodir e cair rapidamente.



Mais cedo, a revista estadunidense Newsweek já havia divulgado a informação de que o Boeing 737, da Ukraine International Airlines, pode ter sido derrubado acidentalmente por mísseis antiaéreos do Irã. O acidente matou as 176 pessoas que estavam a bordo da aeronave.



A queda da aeronave aconteceu poucas horas depois do contra-ataque iraniano contra bases norte-americanas no Iraque, em resposta ao assassinato do general Qassem Soleimani. De acordo com a revista, o programa antiaéreo do Irã estava ativo desde o ataque em questão.





De acordo com testemunhas, a aeronave se incendiou ao levantar vôo e explodiu minutos depois nas proximidades do aeroporto.



 


A Organização de Aviação Civil do Irã também divulgou nesta quinta-feira (9) que o piloto da aeronave não emitiu nenhum alerta sobre provável situação crítica. No avião haviam iranianos, ucranianos, afegãos, alemães, canadenses, britânicos e suecos. Todos morreram.