Política

'Ninguém pode se sentir surpreso', diz Mário Kertész sobre Bolsonaro

Ele nunca negou ou fingiu, nunca mostrou que seria diferente', disse MK


bookmark_borderBRASIL POLITICA date_range13 Ago 2019 - 13h35 personMetro1

Mário Kertész disse que não acredita no sentimento de surpresa dos eleitores de Jair Bolsonaro (PSL ) diante das ações do governo nesses primeiros meses. Ele comentou que, mesmo diante da revolta contra o Partido dos Trabalhadores, o atual presidente não demonstrou representar uma nova política. "Ninguém que votou ou apoiou Bolsonaro pode se sentir surpreso. Ele nunca negou ou fingiu, nunca mostrou que seria diferente. Claro que teve muita gente que votou nele por raiva do PT, porque não queria a política velha, mas a política que está aí é a mesma de sempre", declarou. 



Ainda de acordo com MK, a derrota de Mauricio Macri, presidente da Argentina, nas eleições primárias do país representam uma derrota para o governo brasileiro em relação aos rumos da política externa. "O presidente Macri sofreu uma derrota feia nas primárias, não teve competência suficiente pra fazer as modificações que propôs. Esse Macri é um exemplo claro de alguém que chegou dizendo que ia mudar, não mudou, e deve ir para casa. Claro que o governo Bolsonaro não gostou disso porque de novo vai ter um governo mais à esquerda no Mercosul. Isso abalou a economia da Argentina, que já está péssima, e trouxe reflexo para o Brasil. E por enquanto o ministro Paulo Guedes, famoso Posto Ipiranga, pede pra ter um pouco de paciencia para esperar a economia crescer", acrescentou. 






Confira o comentário na íntegra: