QUENOTICIAS E REGIÕES

OS DESISTENTES – FLORES E ANDERSON PROVAM QUE POLÍTICA É COMO NUVEM


bookmark_borderARIQUEMES POLITICA date_range13 Set 2020 - 08h15 personNOTÍCIAS TUDO DAQUI

Após a 2ª renúncia à candidatura de reeleição para prefeito de Ariquemes, o delegado Thiago Flores, (MDB), intencionalmente ou não, provocou um novo remelexo no tabuleiro político da principal cidade do Vale do Jamari. A campanha que apontava uma polarização entre ele e o ex-deputado estadual Tiziu Jidalias, agora se abre em amplo espaço para outros pretendentes.



Até o meio do ano, todos tinham como certo a pré-candidatura de Flores à reeleição. Mas de repente, ele surpreendeu a todos, anunciando, com todos os fogos, sua renúncia à pretensão. Virado fato consumado, os partidos se articularam diante do espaço vago.



Aí, apareceu pela cidade o governador Marcos Rocha jogando pétalas no Flores e ele mudou de ideia. Era candidato sim. E muitos sonhos caíram por terra diante de um candidato com chances reais de vitória. E, agora, com nova marcha-ré, tudo recomeça.



Em Porto Velho



Na Capital, do estado a primeira baixa foi a do deputado Anderson Pereira (PROS), que deixou o espaço após uma semana como candidato a prefeito homologado em convenção pelo partido.



Sem uma um fato concreto que esclareça a razão da renúncia, ele diz em Nota, simplesmente, que adiou o sonho e prefere continuar como parlamentar, cargo que ocupa desde 2017, quando assumiu no lugar de Lúcia Tereza, de Espigão d’Oeste e se reelegeu em 2018.



Estes dois episódios políticos dão razão à velha raposa felpuda da política mineira, o saudoso Magalhães Pinto, que asseverou: ‘política é como as nuvens. Você olha pro céu, está de um jeito e quando olha de novo, já está de outro jeito’.



Fonte: noticiastudoaqui.com