Policial

PF indicia Bivar e três candidatas laranjas do PSL em Pernambuco

Eles são suspeitos de integrar esquema que desviou dinheiro público de campanha do partido que elegeu Bolsonaro


bookmark_borderCASOS DE POLICIA date_range29 Nov 2019 - 14h52 personAdelia Felix


A Polícia Federal (PF) indiciou nesta sexta-feira (29) o deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE) e três mulheres de Pernambuco sob suspeita de participação em esquema de candidaturas de laranjas para desviar verba pública do partido. Além de Bivar, foram indiciadas as candidatas Maria de Lourdes Paixão, Érika Santos e Mariana Nunes —todas do PSL. As informações são da Folha de São Paulo. 



Os quatro foram indiciados sob suspeita dos crimes de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa —com pena de cinco, seis e três anos de cadeia, respectivamente.



Bivar é presidente do PSL, partido pelo qual Jair Bolsonaro foi eleito. Após desgaste causado pelo esquema das candidaturas de fachada, além de outras desavenças internas, o presidente da República formalizou neste mês sua saída da legenda e prepara a criação de uma nova sigla, a Aliança pelo Brasil.