SAÚDE

Pelo seu intestino, fuja destes alimentos o quanto antes

Tudo o que comemos tem um impacto direto na saúde intestinal, por isso, está mais do que na hora de reduzir ao máximo o consumo de determinados alimentos.


bookmark_borderBRASIL SAÚDE date_range12 Out 2017 - 10h00 personNOTICIAS AO MINUTO

Aboa saúde intestinal depende dos bons alimentos, daqueles que são naturais, nutritivos e repletos de fibra. Mas não só: a saúde intestinal depende ainda dos alimentos que se assumem como amigos das bactérias que o órgão aloja.



 



Contudo, e uma vez que o intestino está à mercê de tudo o que comemos - para o bem e para o mal - o seu bem-estar e bom funcionamento depende também da exclusão de alguns alimentos que nada de bom trazem para a saúde em geral.



As bebidas alcoólicas e as bebidas com cafeína (seja o café, o chá verde e preto ou as bebidas energéticas, por exemplo) são de evitar, uma vez que qualquer um deste tipo de bebidas é capaz de estimular em demasia os intestinos, podendo causar diarreia.



Conta o site Consumer Reports que os sumos de fruta açucarados são um outro tipo de alimento a excluir da dieta assim que possível. E não é difícil perceber o porquê. Por muito saudáveis que pareçam, estas bebidas são uma 'bomba' de açúcar devido à mistura de frutose (presente naturalmente na fruta) com outros açúcares químicos, incluindo o aspartame. Além de provocarem o aumento de peso, estas bebidas dificultam a digestão e causam gases, consequência também comum das bebidas gaseificadas açucaradas.



E por falar em açúcar, tudo o que sejam doces ou gomas que se rotulam como 'sem açúcar' são maus para o intestino, pois contêm, na sua generalidade, aditivos que causam gases, desconforto abdominal e diarreia.



As carnes vermelhas processadas e ainda os alimentos fritos são outros exemplos dados pela publicação. Embora tenham diferentes impactos negativos na saúde, estes dois tipos de alimentos atuam de uma forma idêntica no intestino: permanecem demasiado tempo no estômago e aumentam o risco de azia.